Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Comboio entre SEAT Martorell e VW Autoeuropa vai transportar 20 000 carros por ano

Este novo serviço ferroviário entre a SEAT S.A. e a Volkswagen Autoeuropa vai permitir eliminar 2400 viagens de camião por ano.

A SEAT S.A. acaba de anunciar um serviço ferroviário que liga a sua fábrica em Martorell, nos arredores de Barcelona, à unidade de produção da Volkswagen Autoeuropa, em Palmela.

Este serviço entra em vigor já este mês de novembro e vai funcionar uma vez por semana. Espera-se que transporte mais de 20 000 veículos por ano, com cada comboio — com um total de 16 vagões — a transportar cerca de 184 automóveis por viagem.

Com um comprimento máximo de 500 m, este comboio — operado pela Pecovasa Renfe Mercancías — ainda deverá crescer no futuro. A partir de 2023 vai ganhar mais duas carruagens, crescendo 50 m em comprimento e será capaz de transportar 200 automóveis de cada vez.

A NÃO PERDER: Teresa Lameiras é a nova Diretora de Comunicação e Marca da SIVA
Autoeuropa comboio SEAT

Esta medida, que está inserida na estratégia “Move to Zerø” da SEAT S.A., vai permitir evitar 2400 viagens de camião por ano, o que significa uma redução de quase 1000 toneladas de CO2.

E este número vai crescer no futuro, já que a SEAT S.A. garante que em 2024 será possível atingir a neutralidade das emissões, com a chegada de locomotivas híbridas que irão permitir a utilização de eletricidade em 100% das rotas.

O que muda?

Até então, os veículos produzidos em Martorell eram transportados de comboio para Salobral (Madrid) e a partir daí eram distribuídos para os vários concessionários de camião.

Agora, com esta ligação por comboio, os veículos vão chegar diretamente à fábrica de Palmela e só aí serão transportados de camião para o depósito de distribuição na Azambuja, numa viagem de cerca de 75 km.

A viagem do comboio de volta irá, por sua vez, levar veículos fabricados em Palmela para o porto de Barcelona, a partir de onde serão distribuídos por estrada (para regiões de Espanha e sul de França) e de navio (para alguns destinos no Mediterrâneo).

O comboio é um meio de transporte amigo do ambiente, rentável e eficiente, razão pela qual este novo serviço entre as fábricas de Martorell e Palmela nos ajuda a progredir no nosso objetivo de reduzir a nossa pegada de carbono do transporte de veículos e nos aproxima do nosso objetivo de sustentabilidade logística.

Herbert Steiner, Vice-Presidente da Produção e Logística, na SEAT S.A.
Autoeuropa comboio SEAT Frederic Camallonga

Compromisso ambiental

Sobre este projeto, Paulo Filipe, Diretor de Logística da SIVA, destaca que a otimização dos transportes tem sido uma preocupação constante em todas as operações logísticas da empresa.

LEIAM TAMBÉM: A Volkswagen Autoeuropa tem um novo diretor-geral

“Com a integração das marcas SEAT e CUPRA na SIVA | PHS, procurámos criar com os parceiros do grupo uma cadeia de transporte ecologicamente sustentável dos modelos SEAT e CUPRA para a Azambuja. Com a implementação do transporte contribuímos assim significativamente para uma redução da pegada de carbono”, disse.

Já Rui Baptista, Diretor de Logística da Volkswagen Autoeuropa, salienta que “integrado na estratégia de descarbonização dos nossos transportes logísticos, a Volkswagen Autoeuropa abraçou com entusiasmo desde o início este projeto focando todos os esforços no bem comum entre todos os interlocutores do projeto”.

Sabe responder a esta?
Em que ano chegou ao mercado o SEAT Ronda?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este SEAT Ronda foi usado como prova em tribunal. Porquê?

Mais artigos em Notícias