Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Elétricos

Atlante. Rede de carregamento rápido da Stellantis vai ter 35 mil postos e chegará a Portugal

O projeto Atlante da Stellantis pretende criar a maior rede de carregamento rápido do sul da Europa e promete chegar a Portugal.

Cruciais para o sucesso dos veículos elétricos, as redes de carregamento precisam obrigatoriamente de crescer e o projeto Atlante, que resulta da colaboração entre o NHOA Groupe e a Free2Move eSolutions (uma joint venture do NHOA com a Stellantis).

Anunciado no “EV Day” da Stellantis, este projeto tem metas ambiciosas. Com o Atlante, a Stellantis propõe-se a criar a maior rede de carregamento rápido do sul da Europa e a primeira a ser 100% do tipo “Vehicle-Grid-integrated”, recorrendo a sistemas de energia e armazenamento renováveis.

No total o projeto prevê a criação, até 2025, de 5000 postos de carregamento rápidos em Itália, França, Espanha e Portugal. Número que deverá subir para 35 000 postos de carregamento até 2030.

A NÃO PERDER: Primeiro posto de carregamento da MOON, a marca de mobilidade da SIVA, já está ativo
Peugeot e-208
O projeto Atlante combina sistemas de carregamento rápido e ultrarrápido com tecnologia ‘VGI’ e sistemas de armazenamento de energia. A ideia passa por produzir energia a partir de fontes renováveis e armazená-la para depois ser disponibilizada quando a procura o exigir.

Onde vão estar os postos?

Instalados, maioritariamente, em áreas urbanas muito povoadas e junto aos principais entroncamentos rodoviários, estes postos de carregamento rápido terão uma potência mínima de 100 kW e máxima de 175 kW. A meta passa por garantir a presença de pontos de carregamento rápido em intervalos regulares de 60 km de distância nas principais autoestradas.

A primeira estação foi inaugurada em Piemonte (Itália) em meados de outubro e atualmente o projeto Atlante já identificou os primeiros 700 locais de projeto. Destes, 10% (principalmente em Itália) já estão em desenvolvimento e entrarão em funcionamento ao longo dos próximos seis meses.

A implantação de infraestruturas de carregamento público é fundamental para ajudar os clientes a optarem por um veículo elétrico. Tal como na Stellantis, o nosso objetivo é oferecer uma experiência de carregamento tão simples, intuitiva, conveniente e, acima de tudo, tão rápida como encher um depósito com gasolina.

Anne-Lise Richard, Diretora Global de e-Mobility da Stellantis

Um trabalho conjunto

No projeto Atlante, o NHOA Groupe fica responsável por desenvolver e investir na rede como proprietária e operadora e a Free2Move eSolutions fornece a tecnologia de carregamento (hardware e software).

Segundo a Stellantis este projeto é a resposta ao plano “Fit for 55”, anunciado pela Comissão Europeia em meados de julho, e que tem o objetivo de alcançar 100% de vendas de automóveis com zero emissões até 2035.

O projeto Atlante e as instalações de carregamento rápido no sul da Europa são o passo que é necessário dar para que a mobilidade elétrica se desenvolva, para que se possa viajar longas distâncias sem ter de passar por longas esperas pelo carregamento antes de se retomar uma viagem.

Roberto Di Stefano, Diretor Executivo da Free2Move eSolutions.

Mas mais do que isto, este projeto é a resposta a uma escassez de postos de carregamento rápido já enunciada pela ACEA (European Automobile Manufacturers Association). Segundo esta entidade, dos cerca de 225 000 pontos de carregamento disponíveis na Europa, só 25 000 são de elevada potência.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o Peugeot 405?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

E dura, dura, dura… o Peugeot 405 continua a ser produzido

Mais artigos em Notícias