MINI Countryman. Nova geração «apanhada» na estrada pela primeira vez

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Fotos-espia

MINI Countryman. Nova geração «apanhada» na estrada pela primeira vez

A terceira geração do MINI Countryman iniciou os testes de estrada, com a chegada do SUV a estar prevista para 2023.

Tudo novo! É o que promete a terceira geração do MINI Countryman, prevista para 2023, naquele que é o único SUV da marca britânica e também é o seu modelo de maiores dimensões.

Um estatuto que deverá continuar a manter. Nestas primeiras fotos-espia do modelo, em exclusivo nacional, permite constatar que o futuro Countryman irá crescer relativamente ao atual, que mede 4,3 m de comprimento — estima-se que atinja os 4,5 m de comprimento.

Um aumento de dimensões que irá refletir-se nas cotas internas, que serão mais generosas, assim como no posicionamento do modelo, que afastar-se-á, decisivamente, da proximidade da geração atual ao segmento B.

VEJAM TAMBÉM: Novo BMW X1 vai ter versão 100% elétrica e “duplo rim” de tamanho normal
MINI Countryman fotos-espia © Razão Automóvel

A «culpa» do aumento de dimensões será, muito provavelmente, da nova plataforma que lhe servirá de base. A atual UKL2 evoluirá para a nova FAAR, que vimos no novo BMW Série 2 Active Tourer (U06) e que também servirá de base à próxima geração do BMW X1, que deverá chegar durante 2022.

Aliás, a proximidade entre os futuros MINI Countryman e BMW X1 será a maior de sempre. Ambos os SUV serão produzidos na mesma fábrica da BMW em Leipzig, na Alemanha — o Countryman atual é produzido pela Nedcar, nos Países Baixos.

MINI Countryman fotos-espia © Razão Automóvel

A passagem da UKL2 para a FAAR irá permitir ao Countryman apresentar não só mecânicas a combustão e híbridas plug-in, como já acontece com a geração atual, como, pela primeira vez, declinar para uma variante 100% elétrica, que fará companhia ao futuro iX1, a variante elétrica do X1.

Todas as cadeias cinemáticas do futuro MINI Countryman, sejam a combustão, híbridas plug-in ou elétricas, serão partilhadas com o futuro BMW X1.

Existem ainda rumores de que a terceira geração do modelo possa ser complementada por uma variante “coupé” ainda que, ao contrário do que aconteceu no passado, com o Paceman, que tinha uma carroçaria de três portas, esta variante mantenha as cinco portas.

Mais artigos em Notícias