Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Tecnologia

Depois dos automóveis, a Tesla vai apostar nos… robôs humanoides

Além do Tesla Bot, um robô humanoide, a Tesla revelou no "AI Day" os seus avanços no campo da condução autónoma e um novo chip para o seu supercomputador.

Depois dos táxi robô, da “corrida ao espaço” e dos túneis para “fugir” ao trânsito, a Tesla tem mais um projeto em mãos: um robô humanoide chamado Tesla Bot.

Revelado por Elon Musk no “AI Day” da Tesla, este robô pretende “eliminar o trabalho penoso do dia-a-dia”, com Musk a afirmar: “no futuro o trabalho físico será uma escolha pois os robôs eliminarão as tarefas perigosas, repetitivas e chatas”.

Com 1,73 de altura e 56,7 kg, o Tesla Bot será capaz de transportar 20,4 kg e levantar 68 kg. Como seria de esperar, o Bot vai incorporar tecnologia já usada nos automóveis da Tesla, incluindo oito câmaras do sistema Autopilot e um computador FSD. Além disto, terá ainda um ecrã montado na cabeça e 40 atuadores eletromecânicos para se mover como um humano.

Tesla Bot

Talvez a pensar em todos aqueles que ficaram “traumatizados” com filmes como o “Exterminador Implacável”, Elon Musk assegurou que o Tesla Bot foi idealizado para ser amigável e será propositadamente mais lento e fraco do que um humano para que este lhe consiga fugir ou… bater.

A NÃO PERDER: E se a Tesla lançasse uma cadeia de restaurantes com supercarregadores?

A proposta mais realista

Enquanto o Tesla Bot parece tirado de um filme de ficção científica — apesar de o primeiro protótipo dever chegar no próximo ano — o novo chip desenvolvido pela Tesla para o seu supercomputador Dojo e os avanços anunciados no campo da inteligência artificial e da condução autónoma são mais do “mundo real”.

Começando pelo chip, o D1, este é uma parte crucial do supercomputador Dojo que a Tesla pretende ter pronto no final de 2022 e que a marca norte-americana diz ser crucial para a condução totalmente autónoma.

Segundo a Tesla, este chip tem o poder de computação de “nível de GPU” e o dobro da largura de banda dos chips usados ​​em redes. Quanto à possibilidade de disponibilizar gratuitamente esta tecnologia aos concorrentes, Musk colocou de parte essa hipótese, mas assumiu a possibilidade de a licenciar.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Volkswagen Lupo GTI?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Lembras-te deste? Volkswagen Lupo GTI
Em cheio!!
Vá para a próxima pergunta

ou leia o artigo sobre este tema:

Lembras-te deste? Volkswagen Lupo GTI

Mais artigos em Notícias