Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Fim dos motores de combustão em 2035. UVE pede que seja mais cedo

Em comunicado, a Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos, aplaudiu a decisão da Comissão Europeia mas reforça o pedido para que seja ainda mais cedo, já em 2030.

A Comissão Europeia aprovou uma resolução que proíbe a venda de qualquer automóvel com motor de combustão interna a partir de 2035, o que significa que a partir desse ano todos os carros terão de ser obrigatoriamente elétricos (sejam a bateria ou pilha de combustível).

A UVE – Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos já reagiu a esta decisão em comunicado e aplaude o fim dos automóveis com motor de combustão interna, mas defende “metas mais ambiciosas” e pede que a proposta seja “antecipada em cinco anos”, para 2030.

“A UVE, como membro fundador da Global Electric Vehicle Drivers Alliance e enquadrada na sua visão estratégica, propõe uma meta mais ambiciosa de eliminar a introdução no mercado de veículos com emissões de CO2 até 2030, antecipando em cinco anos a meta proposta pela Comissão Europeia”, pode ler-se no referido comunicado.

A NÃO PERDER: Oficial. Comissão Europeia quer fim dos motores de combustão em 2035
GMA T.50 motor
Motor de combustão interna, uma espécie em vias de extinção.

“Além de ser um objetivo imperioso do ponto de vista da mitigação das alterações climáticas, é também um sinal importante para a indústria automóvel europeia para que esta não fique para trás relativamente ao mercado, uma vez que todos os sinais apontam para um crescimento sustentado e exponencial da procura de veículos sem emissões no mercado de automóveis da União Europeia”, explica a UVE.

Recorde-se que, no total, as emissões de CO2 do setor dos transportes “representam atualmente até um quarto das emissões totais da UE e, ao contrário de outros setores, ainda estão a aumentar”.

LEIAM TAMBÉM: França resiste ao banir dos motores de combustão pela UE em 2035

Desta forma, “até 2050, as emissões provenientes dos transportes têm de diminuir em 90%”, por forma a cumprir a tão ambicionada meta da neutralidade carbónica na União Europeia.

Dentro do setor dos transportes são os automóveis os que mais poluem: o transporte rodoviário é atualmente responsável por 20,4% das emissões de CO2, a aviação por 3,8% e o transporte marítimo por 4%.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi produzido o último Citroën 2CV na fábrica de Mangualde?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

O último dos… Citroën 2CV feitos “falava” português

Mais artigos em Notícias