Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Neutralidade carbónica

A eletrificação na Mazda não esquece os motores de combustão

Mazda também pisa o acelerador rumo à eletrificação, ainda que não tão drasticamente como vimos noutros construtores.

Basta reparar que em 2030, o ano em que vários construtores já anunciaram o fim de modelos com motores de combustão interna, a Mazda anuncia que apenas um quarto dos seus produtos será totalmente elétrico, ainda que a eletrificação, de uma forma ou de outra, chegará a todos os seus modelos.

Para atingir este objetivo, que faz parte de uma estratégia mais ampla para alcançar a neutralidade carbónica em 2050, a Mazda irá lançar entre 2022 e 2025 uma nova gama de modelos sobre uma nova base, a SKYACTIV Multi-Solution Scalable Architecture.

Desta nova plataforma nascerão cinco modelos híbridos, cinco modelos híbridos plug-in e três modelos 100% elétricos — saberemos quais serão em próximas ocasiões.

TÊM DE VER: Neste dia, o Mazda MX-5 foi o melhor carro do mundo…
Mazda Vision Coupe
Mazda Vision Coupe, 2017. O concept servirá de mote à próxima berlina de tração traseira da Mazda, muito provavelmente, o sucessor do Mazda6

Uma segunda plataforma, dedicada apenas e só a veículos elétricos, está a ser desenvolvida: a SKYACTIV EV Scalable Architecture. Dela nascerão diversos modelos, de diferentes dimensões e tipologias, com o primeiro deles a chegar em 2025 e outros a serem lançados até 2030.

Elétricos não são o único caminho para a neutralidade carbónica

A Mazda é conhecida pela sua abordagem pouco ortodoxa para soluções motrizes mais eficientes e sustentáveis e o mesmo podemos continuar a afirmar sobre o caminho que pretende seguir até ao final desta década.

Com a nova SKYACTIV Multi-Solution Scalable Architecture, o construtor de Hiroshima reafirma igualmente o seu papel na evolução do motor de combustão interna, em complemento à contínua eletrificação.

Ainda recentemente vimos o e-Skyactiv X, a nova evolução do motor SPCCI, chegar ao mercado, presente nos Mazda3 e CX-30, mas será acompanhado, a partir de 2022, por novos blocos de seis cilindros em linha, a gasolina e… Diesel.

A Mazda não se fica pelos motores. Também aposta nos combustíveis renováveis, investindo em diferentes projetos e parcerias, como por exemplo, na Europa, onde aderiu em fevereiro à eFuel Alliance, o primeiro fabricante automóvel a fazê-lo.

Mazda CX-5 eFuel Alliance

No Japão o foco está na promoção e adoção de biocombustíveis com base no crescimento de microalgas, estando envolvida em vários projetos de investigação e estudos, numa colaboração em curso entre a indústria, cadeias de formação e o governo.

Mazda Co-Pilot Concept

A Mazda aproveitou esta ocasião para também anunciar a introdução do Mazda Co-Pilot 1.0 em 2022, a sua interpretação do sistema de condução autónoma “centrado no ser humano”, que expande o conjunto de tecnologias avançadas de assistência ao condutor (Mazda i-Activsense).

O Mazda Co-Pilot permitirá, gradualmente, monitorizar de forma constante o estado e condições físicas do condutor. Nas palavras da Mazda, “se for detetada uma alteração súbita na condição física do condutor, o sistema alterna para uma condução autónoma, direcionando a viatura para um local seguro, imobilizando-a e realizando uma chamada de emergência.”

Descubra o seu próximo automóvel:

Mais artigos em Notícias