Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Tuning

GTstreet R. Techart deu “esteróides” ao Porsche 911 Turbo S

A Techart já nos tem vindo a habituar a criações exclusivas, radicais e potentes e o seu mais recente trabalho não desiludiu. Eis o novo Techart GTstreet R.

O Porsche 911 Turbo S (992) é o 911 da atualidade mais potente que o dinheiro pode comprar. Mas porque há sempre quem queira mais, a Techart acaba de o elevar a outros níveis, dando-lhe mais potência e uma imagem bastante mais agressiva.

O primeiro GTstreet R nasceu em 2001 e deste então a empresa germânica tem vindo a manter a receita.

Para esta nova versão, o desafio era grande, afinal o 911 Turbo S é o primeiro carro na história da Razão Automóvel a alcançar a pontuação máxima: 10/10. Mas a Techart promete tê-lo deixado ainda melhor…

A NÃO PERDER: Porsche 911 GT3 Touring. O GT3 mais “elegante” está de volta
TECHART-GTstreet-R

Por fora, a inspiração no mundo da competição é notória e faz-se sentir ao nível da aerodinâmica. Os pára-choques (dianteiro e traseiro), as cavas das rodas alargadas, as saias laterais, o difusor traseiro e a enorme asa são totalmente novos e fabricados em fibra de carbono.

De acordo com a Techart, todos estes elementos foram optimizados num túnel de vento de forma a aumentar a sua efetividade. Mas além do impacto direto na aerodinâmica, todos estes componentes contribuem para a agressividade deste GTstreet R, que certamente irá fazer virar muitas caras nas estradas.

Destaque ainda para as quatro jantes forjadas em alumínio e para as entradas de ar adicionais na carroçaria, que ajudam a melhorar a refrigeração do motor.

LEIAM TAMBÉM: PORSCHE 911 TURBO S (650cv). Supercarro para TODOS OS DIAS, há melhor?
TECHART-GTstreet-R

E por falar em motor, é ele um dos grandes protagonistas deste projeto. Continuamos a contar com o motor de seis cilindros opostos com 3.8 litros de capacidade e dois turbos de geometria variável que encontramos no 911 Turbo S, mas a potência cresceu dos 650 para os 800 cv. O binário máximo subiu dos 800 para os 950 Nm.

Este aumento de potência é conseguido em duas fases: na primeira, através de uma nova gestão eletrónica, é possível ir “buscar” 60 cv; na segunda, graças à reprogramação da centralina e a dois novos turbos é possível então chegar à potência máxima de 800 cv.

A Techart não revela o tempo que este GTstreet R precisa para cumprir o habitual exercício dos 0 aos 100 km/h (o 911 Turbo S fá-lo em 2,6s), mas confirma que a velocidade máxima subiu dos 330 para os 350 km/h.

A NÃO PERDER: Velho vs Novo: Porsche 911 Turbo S (991) contra 911 Turbo S (992)

É um registo impressionante, mas vem com um preço também ele… notável. É que a Techart propõe este “upgrade” por 73 000 euros (antes de impostos…), ao qual temos ainda que somar os 266 903 euros do Porsche 911 Turbo S no nosso país.

E isto é antes de qualquer personalização feita no interior, que a Techart garante que pode ser decorado ao gosto de cada um dos 87 clientes. Sim, isso mesmo, só serão feitos 87 exemplares…

Sabe responder a esta?
Qual foi a primeira geração do Porsche 911 a ter uma versão GT3?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Glórias do Passado. Porsche 911 GT3, o alvo a abater

Mais artigos em Notícias