Antevisão

CUPRA deixa ver o elétrico Born antes do tempo

Num vídeo onde ficamos a conhecer cinco "pontos chave" do design do CUPRA Born podemos ver as linhas finais do primeiro modelo elétrico da jovem marca.

Cada vez mais próximo da sua revelação final (a apresentação é já a 25 de maio), o CUPRA Born, o primeiro modelo 100% elétrico da marca espanhola, deixou-se ver antes do tempo.

A “culpa” foi de um vídeo no qual o Diretor de Design da CUPRA, Jorge Diez, apresenta os traços distintivos do novo modelo. Neste, além de vermos ao pormenor alguns desses traços pudemos também ver a forma final do Born.

Esta, como seria de esperar, não difere muito da antecipada pelo protótipo e pelas fotos-espia que também publicámos do modelo 100% elétrico da CUPRA.

A NÃO PERDER: O que vale o CUPRA Formentor eletrificado mais potente?

É clara a proximidade com o “primo” Volkswagen ID.3 quando observamos o seu perfil, mas a dianteira apresenta um desenho distinto e mais agressivo, enquanto a traseira revela também uma identidade própria, destacando-se uma faixa luminosa a toda a largura e ainda a presença de um difusor traseiro.

A opinião do seu “criador”

Como dissemos, o vídeo de teaser no qual a CUPRA acabou por revelar o Born serviu para o seu “criador” nos dar a conhecer os cinco “pontos-chave” do design do modelo elétrico da marca espanhola.

Segundo Jorge Diez, para a equipa de design da CUPRA a criação do Born “tem sido um sonho tornado realidade”. Para o diretor de design da SEAT e da CUPRA. a longa distância entre os eixos (para acomodar as baterias) “permitiu criar um design totalmente focado nos ocupantes, com uma cabine muito espaçosa”.

A NÃO PERDER: Encontro improvável? A ligação da CUPRA ao «universo» do Padel

Além disto, Jorge Diez ressalvou a dianteira do CUPRA Born, relembrando: “Os faróis são identificados como o rosto de uma pessoa, por isso inclinámo-los um pouco mais do que o habitual, para expressar esse caráter, essa determinação de saber o que queremos e ir em frente”.

Por fim, Jorge Diez não só falou acerca da assinatura luminosa traseira como da ligação à cidade de Barcelona, resumindo o visual do Born da seguinte forma: “O mundo elétrico não tem de ser aborrecido, e o CUPRA Born é a prova”.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o SEAT Ronda?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este SEAT Ronda foi usado como prova em tribunal. Porquê?

Mais artigos em Notícias