Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Bugatti Chiron 4-005. Com 74 mil km e oito anos este protótipo ajudou a criar o Chiron

Com 74 000 quilómetros e oito anos de serviço, o Bugatti Chiron 4-005, o protótipo usado para testar e desenvolver o software do Chiron vai-se reformar.

Construído em 2013, o Bugatti Chiron 4-005 é um de oito protótipos iniciais do Chiron produzidos pela marca de Molsheim, tendo tido por isso uma “vida” deveras atarefada.

Primeiro Chiron a ser conduzido nos EUA, este protótipo fez ainda piões na neve da Escandinávia, completou inúmeras voltas no anel de alta velocidade em Nardo, enfrentou o calor da África do Sul e até o “escape” de um avião de caça Eurofighter Typhoon.

Tudo isto contribuiu para que, ao fim de oito anos de “leais serviços” à Bugatti, o Chiron 4-005 encare a reforma com a extraordinária marca de 74 000 km no odómetro, um valor impressionante para um hiperdesportivo.

A NÃO PERDER: Bugatti Centodieci “apanhado” no Nürburgring. Entregas começam em 2022
Bugatti Chiron 4-005
Até à revelação do Chiron este protótipo tinha de andar camuflado.

Para que era usado?

Antes de vos explicarmos quais as funções do Bugatti Chiron 4-005, deixem-nos explicar o seu nome. O número “4” representa o facto deste ser um protótipo enquanto o “005” faz jus ao facto de ter sido o quinto protótipo do Chiron a ser produzido.

As suas funções dentro do programa de desenvolvimento do hiperdesportivo gaulês prendiam-se com o desenvolvimento e testagem de todo o software usado pelo Bugatti Chiron de produção.

No total foram 13 os engenheiros, cientistas da computação e físicos que trabalharam com este Chiron 4-005, tendo este servido, por exemplo, para testar 30 unidades de controlo do veículo (ECU).

LEIAM TAMBÉM: Baby II. Este Bugatti “de brincar” vai ser usado no aeroporto do Dubai

Mas há mais, foi neste protótipo que foram testados e desenvolvidos o sistema de navegação do Chiron, o sistema HMI ou o sistema de alta-voz.

Parte da vida deste protótipo é muito bem resumida por Rudiger Warda, responsável pelo desenvolvimento de modelos da Bugatti há quase 20 anos e o homem por trás dos sistema de infoentretenimento e áudio do Chiron.

Como nos conta: “No caso do 4-005, realizámos todos os testes e andámos na estrada várias semanas, e isso aproxima-nos do carro. Este protótipo moldou o nosso trabalho e com ele moldámos o Chiron”.

Já Mark Schröder, responsável pelo desenvolvimento do sistema HMI do Chiron desde 2011, relembrou que os testes ao volante deste Bugatti Chiron 4-005 foram muitas vezes cruciais para encontrar as soluções depois aplicadas nos modelos de produção.

Descobrimos muitas das soluções durante a condução, discutimo-las com a equipa e, em seguida, pomo-las em prática, começando sempre pelo 4-005,"

Mark Schröder, responsável pelo desenvolvimento do sistema HMI do Bugatti Chiron

Um dos exemplos foi o sistema que altera a cor do menu de navegação consoante a intensidade do sol. Segundo Schröder, esta solução foi encontrada após ter tido dificuldade em ler o menu quando conduzia o Chiron 4-005 nas estradas do Arizona, nos EUA.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Bugatti EB110?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Bugatti EB110. O último Bugatti antes da era Volkswagen

Mais artigos em Notícias