Indústria

Polestar quer criar o primeiro carro carbono-zero até 2030

Projeto Polestar 0 tem como objetivo eliminar o CO2 da cadeia de produção e criar o primeiro automóvel neutro em termos climáticos.

A Polestar quer construir o primeiro carro “verdadeiramente neutro em termos climáticos” até 2030, num projeto denominado Polestar 0 e que foi apresentado no primeiro relatório anual da empresa.

A fabricante sueca — outrora a divisão desportiva da Volvo — destaca as preocupações dos especialistas que afirmam que a compensação de carbono pela plantação de árvores é insustentável a longo prazo, uma vez que as florestas podem ser devastadas por intervenção humana ou natural.

De acordo com Thomas Ingenlath, diretor geral da Polestar, “compensar é uma saída possível”, mas é preciso fazer algo mais.

A NÃO PERDER: Polestar 2 Performance Pack (408 cv). Testámos em Portugal o rival do Tesla Model 3
POLESTAR 0

Ao nos esforçarmos para criar um carro completamente neutro em termos climáticos, somos forçados a ir além do que é possível hoje. Temos que questionar tudo, inovar e olhar para tecnologias exponenciais à medida que avançamos em direção ao zero.

Thomas Ingenlath, diretor geral da Polestar

A Polestar ainda não revelou como pretende atingir este objetivo, mas já fez saber que o projeto Polestar 0 terá um impacto tremendo na forma como os seus automóveis serão construídos.

“Somos elétricos, não precisamos de nos preocupar com motores a combustão que produzem emissões tóxicas — mas isso não significa que o nosso trabalho esteja feito”, revela Fredrika Klarén, responsável de sustentabilidade da Polestar.

Vamos trabalhar para eliminar todas as emissões decorrentes da produção. Este é um momento histórico e emocionante para os fabricantes de automóveis, uma oportunidade de aproveitar o momento, fazer melhor e ousar construir o sonho de carros neutros em termos climáticos e bonitos.

Fredrika Klarén, responsável de sustentabilidade da Polestar

A Polestar garante que já começou a meter este projeto em prática, com metas ambientais que fazem parte do plano de bónus dos funcionários, e que irá publicar “declarações de sustentabilidade” semelhantes às das indústrias alimentícia e da moda.

VEJAM TAMBÉM: As encomendas do Polestar 1 estão (novamente) abertas
Polestar 1
Polestar 1, o único híbrido do construtor

O Polestar 2 será o primeiro automóvel da marca a incorporar esta declaração, deixando assim “às claras” a pegada de carbono gerada na sua produção, bem como os materiais usados.

Os consumidores são uma enorme força motriz na mudança para uma economia sustentável. Eles precisam de receber as ferramentas certas para tomar decisões informadas e éticas. Isso deixa as coisas muito claras.

Thomas Ingenlath, diretor geral da Polestar

Quanto ao futuro, o “patrão” da Polestar não tem dúvidas de que o Polestar 0 é o caminho a seguir: “Hoje, o Polestar 2 deixa os portões da fábrica com uma pegada de carbono. Em 2030, queremos apresentar um carro que não o faça”.

Sabe responder a esta?
Qual o tamanho da bateria do Polestar 1?

Mais artigos em Notícias