Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Entrevista

Max Verstappen: “até agora parecemos mais competitivos do que no ano passado”

Além de nos ter dado a conhecer as suas expectativas para o GP de Portugal de 2021, Max Verstappen comentou ainda sobre o novo colega e as regras para 2022.

Na antevisão do GP de Portugal 2021, a CarNext.com, parceira de Max Verstappen, organizou uma conferência de imprensa com o piloto dos Países Baixos em que a Razão Automóvel esteve presente e onde pudemos ficar a par das suas expectativas para a prova portuguesa.

Após ter vencido o último grande prémio da disciplina (GP de Emília-Romanga), Verstappen chega a Portugal com as ambições em alta para competir num circuito do qual admitiu gostar e no qual disse estar “ansioso por voltar a correr”.

Ainda acerca do Autódromo Internacional do Algarve, o piloto da Red Bull admitiu: “Foi difícil no ano passado porque havia asfalto novo em Portimão, e por isso a pista estava algo escorregadia”. Em 2020 foi assim:

Ora, um ano depois Verstappen conta que esse “problema” esteja ultrapassado, tendo por isso afirmando “Até agora parecemos mais competitivos do que no ano passado, por isso espero que seja o mesmo em Portugal”.

A NÃO PERDER: Fica a conhecer todos os pilotos portugueses que chegaram à Fórmula 1

Novo colega, as mesmas ambições

Como é óbvio, não podíamos falar com Max Verstappen sem lhe perguntar como está a correr a adaptação ao novo (e mais experiente) colega de equipa: Sergio Pérez.

Sem “abrir muito o jogo”, Verstappen revelou que, conforme Pérez se for adaptando ao carro e à equipa, acredita que irá subir de forma e ajudará a alcançar os objetivos estabelecidos.

Outra das expectativas de Verstappen é que o piloto mexicano ajude a criar as tão desejadas (e necessárias) lutas a quatro carros entre os monolugares da Mercedes-AMG e da Red Bull. Ainda assim, Verstappen ressalvou que mais do que o trabalho do colega, o que lhe poderá garantir bons resultados é o de contarem com o carro mais rápido.

Max Verstappen
Este ano Max Verstappen tem a companhia de Sergio Pérez na Red Bull. © Red Bull
VEJA TAMBÉM: Renault 4F. A carrinha que ajudou a revolucionar a Fórmula 1

“Novo normal” não é muito diferente

Nesta breve conversa que tivemos com Max Verstappen houve ainda tempo para conhecer não só o que a pandemia de Covid-19 veio alterar na sua preparação, como as suas expectativas para as regras que entram em vigor na Fórmula 1 em 2022.

Quanto ao muito falado “novo normal”, Verstappen assumiu que não sentiu grandes diferenças, afirmando “lidar com o Covid-19 não afetou a minha preparação. Continuo a fazer o que fazia, a única diferença é que o faço em casa”.

Max Verstappen © Red Bull

Já no que às regras para 2022 diz respeito e se estas se adaptarão melhor ao seu estilo de pilotagem, o piloto da Red Bull disse: “honestamente não sei pois ainda não andámos nos novos carros. O que sei é que os dados dos simuladores indicam que estes serão mais lentos que os atuais”.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o SEAT Ronda?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este SEAT Ronda foi usado como prova em tribunal. Porquê?

Mais artigos em Notícias