Vídeo

Audi Q2 (2021). Testámos em vídeo o renovado e mais pequeno SUV da Audi

Praticamente cinco anos depois, o Audi Q2 foi finalmente renovado. Fiquem a saber o que mudou e que argumentos tem para enfrentar todos os seus rivais.

Não é comum esperar praticamente cinco anos para um modelo receber a sua primeira atualização, mas foi isso que aconteceu com o Audi Q2, o SUV mais pequeno da marca dos anéis. Para mais num segmento que continua a crescer e continua a ser dos mais competitivos hoje em dia.

Esta atualização trouxe ao Q2 renovados argumentos estilísticos, visíveis nos para-choques de novo desenho e assinatura luminosa, como também reforçados argumentos tecnológicos, sobretudo os relacionados com a segurança ativa que se traduzem em mais assistentes à condução.

Neste teste em vídeo, o Diogo Teixeira encontra-se aos comandos do Audi Q2 35 TFSI S tronic S line, mas aqui equipado com o pacote opcional Edition One (7485 euros), que garante ao pequeno SUV uma aparência distinta, tanto por dentro como fora, e ainda estofos com combinação couro/couro sintético. O que vale o Audi Q2? Descubram neste novo vídeo:

VEJAM TAMBÉM: Renovados Audi Q2 e SQ2 já estão em Portugal. Todos os preços

O Audi Q2 35 TFSI

Para aqueles que ainda não se entenderam com as nomenclaturas da Audi, o 35 TFSI vem equipado com um 1.5 Turbo a gasolina de 150 cv de potência. A par com o 35 TDI (2.0 Turbo Diesel) de igual potência, são os Q2 mais potentes da gama, retirando da equação o Audi SQ2 — também ele renovado —, o “hot SUV” de 300 cv e tração às quatro rodas.

Neste caso temos apenas duas rodas motrizes (as dianteiras), cuja força do motor chega através da caixa S tronic de sete velocidades, ou seja, a caixa de dupla embraiagem da marca. O resultado da combinação entre o 1.5 TFSI e a caixa S tronic merece elogios e garante ao Q2 prestações já interessantes, como os 8,6s nos 0-100 km/h e os 218 km/h mostram.

Os consumos são também eles razoáveis — o Diogo refere valores entre os 7,5 l e os 8,5 l por cada 100 km —, mas é preciso ter alguma atenção ao peso do pé sobre o acelerador, pois não é muito difícil ultrapassar os nove litros.

A idade do modelo faz-se sentir, sobretudo, em alguns equipamentos com o infoentretenimento de uma geração atrás. Por outro lado, há outros que se mantém perfeitamente atuais e continuam a estar entre os melhores, como o excelente Virtual Cockpit (painel de instrumentos digital).

O que continua a não desiludir é a qualidade a bordo, refletida na escolha dos materiais e na solidez da montagem, acima da média do segmento.

Mais de 20 mil euros em extras

Já devíamos estar habituados, mas modelos de marcas premium como a Audi conseguem ainda surpreender-nos quando olhamos para a sua lista de equipamento, sobretudo a sua extensa e onerosa lista de opcionais.

O Audi Q2 que testámos não é diferente: são mais de 20 mil euros em opcionais — os preços para esta versão arrancam nuns mais razoáveis 37 514 euros —, com o pacote Edition One a ter a maior quota de responsabilidade neste valor (praticamente 7500 euros).

Isto faz com que o “nosso” Q2 apresenta um preço final acima dos 58 mil euros, um valor manifestamente elevado. Só para terem uma ideia, é mais do que os 52 mil euros pedidos pelo Audi SQ2 que duplica a potência e o número de rodas motrizes — e ainda sobram alguns milhares de euros para opcionais.

Valerá a pena ou não “carregar” tanto o Q2 com opcionais? Deixem a vossa opinião.

Preço

unidade ensaiada

58.024

Versão base: €37.514

IUC: €172

Classificação Euro NCAP:

  • Motor
    • Arquitectura: 4 cilindros em linha
    • Capacidade: 1498 cm3
    • Posição: Dianteira Transversal
    • Carregamento: Injeção direta; turbo; intercooler
    • Distribuição: 2 a.c.c.; 4 válv./cil. (16 v)
    • Potência: 150 cv entre as 5000-6000 rpm
    • Binário: 250 Nm entre as 1500-3500 rpm
  • Transmissão
    • Tracção: Dianteira
    • Caixa de velocidades: Automática (dupla embraiagem) de 7 velocidades
  • Capacidade e dimensões
    • Comprimento / Largura / Altura: 4208 mm / 1794 mm / 1537 mm
    • Distância entre os eixos: 2601 mm
    • Bagageira: 405-1050 l
    • Jantes / Pneus: 235/40 R19
    • Peso: 1380 kg
  • Consumo e Performances
    • Consumo médio: 6,5-6,1 l/100km
    • Emissões de CO2: 149–138 g/km
    • Vel. máxima: 218 km/h
    • Aceleração: 8,6s
  • Garantias
    • Mecânica: 4 anos ou 80 000 km
Extras
Audi connect Remote & Control: 0 €; LTE support for Audi phone box: 0 €; Audi Connect: 425 €; Edition one: 7845 €; Pacote Comfort Plus: 920 €; Pacote de Assistência ao Parqueamento: 585 €; Pacote de Assistência à Condução: 2475 €; Pacote de Assistência Segurança: 890 €; Pacote de Arrumação: 525 €; Pacote de Segurança: 485 €; Pacote Dynamic Plus: 1340 €; Camara e/ou sensor à distância: 0 €; Película de decoração exterior com Anéis Audi: 0 €; Spoiler do tejadilho na cor da carroçaria: 600 €; Volante desportivo multifunções, em couro, com patilhas: 135 €; Tecto de abrir elétrico, em vidro panorâmico: 1200 €; Abertura e fecho eléctrico da porta da bagageira: 595 €; Comfort key com SAFELOCK: 475 €; Sensores de estacionamento atrás e à frente, com park assist: 560 €; Lava faróis: 315 €; Sistema de som Bang & Olufsen: 955 €; Audi Phone Box: 185 €;
Avaliação
7 / 10
Com esta atualização o Audi Q2 está preparado para continuar a sua carreira no competitivo mercado dos SUV compactos premium. Um produto que joga as suas principais «cartadas» na qualidade de construção, nos materiais e no conforto. É pena que estas qualidades não sejam acompanhadas por um nível de equipamento mais interessante de série.
  • Qualidade de construção
  • Conforto de rolamento
  • Resposta do motor
  • Design Interior pouco atual
  • Preço dos opcionais
  • Equipamento de série
Sabe responder a esta?
Qual a autonomia elétrica anunciada para o Audi A3 40 TFSIe (híbrido plug-in)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

40 TFSIe S line. Versão híbrida plug-in do Audi A3 vale a pena?

Mais artigos em Testes, Ensaio