Arranque a Frio

O motor a hidrogénio da Toyota deixa-se ouvir

Depois do anúncio da Toyota que iria usar hidrogénio como combustível no motor do GR Yaris — mas montado num Corolla —, agora já o podemos ouvir.

E como soa um motor a hidrogénio? Surpreendentemente… normal. Desculpem estragar a surpresa, mas o três cilindros do GR Yaris — aqui em modo competição — alimentado a hidrogénio soa exatamente igual a um motor idêntico a gasolina.

Mesmo Hiroaki Ishiura, o piloto aos comandos do Toyota Corolla Sport equipado com este motor a hidrogénio diz que “não é tão diferente como estaria à espera. Parece um motor normal.”

Bem, afinal, as principais diferenças deste três cilindros turbo para aquele que conhecemos do GR Yaris concentram-se no sistema de distribuição e injeção, modificados para usar hidrogénio como combustível (descontando alterações adicionais, não especificadas, para competição).

VEJAM TAMBÉM: Hidrogénio como combustível? Toyota vai testá-lo no 3 cilindros do GR Yaris

Este Toyota Corolla Sport da ORC ROOKIE Racing com motor a hidrogénio vai participar nas 24 horas NAPAC Fuji Super TEC, a terceira prova da Super Taikyu Series 2021, nos próximos dias 21 a 23 de maio.

Nada melhor que uma exigente prova para pôr à prova este novo combustível, que permite reduzir praticamente a zero as emissões de CO2, ainda que emita os nefastos óxidos de azoto (NOx).

Será que veremos no futuro veículos com motor de combustão interna a usar hidrogénio como combustível?


Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebe o seu café ou ganha coragem para começar o dia, fique a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabe responder a esta?
Qual foi o primeiro carro japonês a conquistar o título de campeão mundial do WRC?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

O Toyota que acabou com o domínio europeu no Mundial de Ralis

Mais artigos em Notícias