Vídeo

Igual a novo? Foi assim que ficou o SEAT Ateca após 100 000 km

Depois de percorrer todos os tipos de terreno durante 100 000 km, este SEAT Ateca foi desmontado para realizar um minucioso teste de resistência. Será que cumpriu os objetivos?

Após percorrer vários tipos de terrenos durante 100 000 tortuosos quilómetros, a SEAT decidiu divulgar os resultados de um teste de resistência e fiabilidade ao SEAT Ateca.

A expectativa dos técnicos da SEAT era relativamente elevada, “após 100 000 km, o veículo deve responder como um veículo novo”, afirma José Luis Duran, Engenheiro de Desenvolvimento do Centro Técnico da SEAT.

Independentemente das condições climatéricas e do tipo de utilização, é para superar testes como estes que os automóveis são projetados.

VÊ TAMBÉM: CUPRA Formentor eletrifica-se a dobrar com duas versões e-HYBRID
SEAT Ateca 100 000 km
Alguém quer ajudar a montar tudo novamente?

100 000 km e 4000 peças

No vídeo podemos assistir à transformação do SEAT Ateca num «puzzle» de 4000 peças. Um puzzle que serviu para verificar o estado e o eventual desgaste de milhares de componentes.

Na revisão das 4000 peças do automóvel, a equipa prestou especial atenção aos detalhes: lubrificação do motor, possíveis entradas de pó, espaços estanques, etc. Cada peça tem diferentes especificações, tolerâncias ao frio, calor e utilização, e deve ser capaz de resistir à dilatação e à contração.

Para chegar a esta insólita colagem de peças, os engenheiros passaram um dia e meio a desmontar o automóvel e a analisar as peças uma a uma.

Mais artigos em Notícias