Apresentação

Já conhecemos o novo Porsche 911 GT3 (992). Todos os detalhes

Foi finalmente revelada uma das versões mais aguardadas da gama 911, o Porsche 911 GT3 (992). E falámos com Andreas Preuninger, o responsável pelo desenvolvimento deste desportivo.

Missão cumprida. Mais de meio milhão de quilómetros depois, cumpridos durante um intenso programa de desenvolvimento, sob olhar atento da Porsche Motorsport — a divisão de competição da marca alemã — o novo Porsche 911 GT3 (992) está finalmente pronto.

E não faltam motivos para celebrar. Mantém intactas as características mais marcantes da história do GT3: motor atmosférico, caixa manual e… vocês sabem o resto.

Não é um Porsche 911 «normal»

Nesta sétima geração, o Porsche 911 GT3 transfere, mais do que nunca, todo o «know-how» adquirido pela Porsche na competição. Falámos com Andreas Preuninger, o responsável pelo desenvolvimento da família GT da Porsche, que não tem problemas em afirmar que este é o “Porsche 911 mais sensorial de sempre”.

TENS DE VER: PORSCHE 911 TURBO S (650cv). Supercarro para TODOS OS DIAS, há melhor?
Porsche 911 GT3 2021

De resto, esse incremento no feedback de todos os comandos, resultou em parte da reformulação integral de vários componentes: pela primeira vez, eixo dianteiro com triângulos sobrepostos, asa traseira “pescoço de ganso” e o difusor originários do 911 RSR.

Com o GT3 da geração anterior, chegámos ao limite técnico da arquitetura McPherson. Foi por isso que para esta geração, pela primeira vez, optámos por suspensões dianteiras de triângulos sobrepostos. O resultado é uma frente ainda mais comunicativa e com maior aderência.

Andreas Preuninger, responsável da gama 911 GT

Porsche 911 GT3 atmosférico? Naturalmente.

Segundo Andreas Preuninger, manter o novo Porsche 911 GT3 puramente atmosférico foi “um dos maiores desafios de engenharia que a nossa equipa enfrentou. As regras de emissões e ruído são cada vez mais restritivas, mas nós conseguimos cumpri-las sem beliscar o prazer de condução que todos associamos aos 911 GT3”.

Nesta geração, encontramos um motor boxer de seis cilindros e quatro litros de capacidade com 375 kW (510 cv) baseado no conjunto mecânico do 911 GT3 R, testado em provas de resistência. Trata-se exatamente do mesmo motor que é utilizado no novo 911 GT3 Cup.

Em termos de prestações, o novo 911 GT3 atinge uma velocidade máxima de 320 km/h (318 km/h com PDK), o que o torna ainda mais rápido que o 911 GT3 RS da geração 991. A aceleração dos zero aos 100 km/h é cumprida em 3,4s.

Podíamos ter ido mais longe no que diz respeito à potência máxima, mas não faria sentido. Superar esta potência iria obrigar-nos a reforçar alguns elementos e com isto, prejudicaríamos o peso total do conjunto. Num verdadeiro desportivo, peso extra é o maior inimigo da performance.

Andreas Preuninger, responsável da gama 911 GT
Porsche 911 GT3 2021

Caixa manual para os puristas

A Porsche oferece também o novo modelo com caixa manual de seis velocidades, além da conhecida caixa automática de dupla embraiagem PDK.

Andreas Preuninger admite que a opção pela caixa manual se destina exclusivamente aos puristas da condução. Foi por isso que a Porsche nem sequer optou pela caixa manual de sete velocidades dos restantes 911: “adicionaria peso e acho que ninguém está interessado num GT3 com uma mudança «overdrive»”.

Porsche 911 GT3 2021
Não é a manual, mas também a PDK prescinde do seletor shift-by-wire, retendo um manípulo tradicional, a permitir passagens de caixa sequenciais em modo manual.
VÊ TAMBÉM: Saudades do Porsche 911 Safari? Vejam só o que a Singer criou

Abaixo dos 7 min. no «Inferno Verde»

No Nürburgring Nordschleife, tradicionalmente a referência para os todos os automóveis desportivos da Porsche, o novo Porsche 911 GT3 registou um impressionante recorde: durante os últimos trabalhos de afinação, o 911 GT3 tornou-se o primeiro modelo de produção em série com motor atmosférico a quebrar a marca dos sete minutos.

O piloto de desenvolvimento, Lars Kern, precisou de apenas 6min59,927s para completar uma volta completa de 20,8 km. O traçado mais curto, com 20,6 km, que anteriormente serviu como referência, foi completado pelo 911 GT3 em 6min55,2s.

Para Jörg Bergmeister, embaixador da Porscher “é, de longe, o melhor automóvel de produção” que o experiente piloto profissional alguma vez pilotou no “Green Hell”.

Porsche 911 GT3 Nurburgring

Peso controlado. Dieta rigorosa

Sem qualquer tipo de auxilio elétrico, o Porsche 911 GT3 ainda dispensa as ajudas dos motores elétricos e das baterias. Ainda que com uma carroçaria mais larga, jantes mais largas e elementos técnicos adicionais, o peso do novo GT3 está a par com o do seu predecessor.

Com caixa de velocidades manual pesa 1418 quilogramas, com caixa PDK pesa 1435 quilogramas.

O capô dianteiro em plástico reforçado com fibra de carbono (CFRP), os vidros mais ligeiros, os discos de travagem otimizados e as jantes forjadas garantem disciplina no peso, assim como o faz a cobertura do compartimento de arrumação para os lugares traseiros.

O sistema de escape desportivo mais ligeiro reduz o peso em não menos do que dez quilogramas. Com válvulas de escape ajustáveis eletricamente, harmoniza uma experiência sonora altamente emocional com a norma de emissões Euro 6d ISC FCM (EU6 AP). O consumo combinado do 911 GT3 é 12,9 l/100 km (PDK 13,0 l/100 km).

Porsche 911 GT3 2021
VÊ TAMBÉM: Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport. Só para circuitos… e com seis cilindros

Interior pensado para os track-day

O habitáculo está em linha com a atual geração do modelo. Uma nova funcionalidade é o ecrã Track: com um toque num botão, reduz os ecrãs digitais à esquerda e à direita do conta-rotações central, o qual alcança as 10 000 rotações por minuto, a informações como indicação da pressão dos pneus, pressão do óleo, temperatura do óleo, nível do depósito de combustível e temperatura do líquido de refrigeração.

Ou seja, todas as informações que importam durante um track-day. Inclui também um indicador de passagem de caixa com barras coloridas à esquerda e à direita do conta-rotações e uma luz de passagem de caixa derivada do desporto automóvel.

Especialmente nos modelos GT da Porsche, os clientes estão a optar cada vez mais por equipamento personalizado. Por este motivo, a gama Porsche Exclusive Manufaktur está também disponível para o novo 911 GT3 e é complementada por opções específicas para o GT3, como o tejadilho com carbono exposto.

Outros destaques são as capas dos espelhos retrovisores em carbono, faróis LED Matrix escurecidos e luzes traseiras Exclusive Design com a faixa de luz sem qualquer elemento vermelho. Os aros das jantes pintados em Vermelho Índico ou Azul Tubarão realçam as jantes pintadas em preto. No interior, detalhes de equipamento como os mostradores do conta-rotações e do cronómetro Sport Chrono, os cintos de segurança e os frisos criam destaques elegantes na cor da carroçaria ou outra cor desejada.

Uma história de sucesso

O primeiro 911 GT3 foi lançado em 1999. A sua base foi a geração 996 e oferecia 265 kW (360 cv) a partir de uma capacidade de 3,6 l.

Com Walter Röhrl atrás do volante, foi o primeiro automóvel desportivo para utilização em estrada a completar uma volta ao Nürburgring Nordschleife abaixo dos oito minutos. A segunda geração do GT3 surgiu em 2006. Baseado no 911 da geração 997, foi apresentado com 305 kW (415 cv).

Em 2013, chegou o sucessor, inicialmente lançado com 3,8 litros e 350 kW (475 cv). Dois anos mais, a capacidade aumentou para 4,0 litros e a potência subiu para 368 kW (500 cv).

Preço do novo Porsche 911 GT3 em Portugal

A Porsche oferece o 911 GT3 com um preço a partir de 221 811 euros (manual) e 222 072 euros (PDK), incluindo impostos em vigor à data deste comunicado. As entregas estão previstas começar em maio de 2021.

Será este o último Porsche 911 GT3 da história?

Porsche 911 GT3 2021

Mais artigos em Notícias