Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Alta quilometragem

Imparável. Este Mitsubishi Space Star tem mais de 600 mil quilómetros

Este exemplar do pequeno citadino japonês que por cá é conhecido como Mitsubishi Space Star e nos EUA como Mirage é um autêntico "papa-quilómetros".

Um dos modelos mais acessíveis no mercado norte-americano, o Mitsubishi Space Star (ou Mirage como é conhecido nos EUA) está longe de se perfilar como o típico candidato a alcançar elevadas quilometragens tendo em conta as suas dimensões e carácter citadino.

No entanto, como que a provar que as aparências iludem, o Mitsubishi Space Star de que te falamos hoje conseguiu em apenas seis anos acumular 414 520 milhas (667 105 quilómetros). Comprado novo por um casal do estado do Minnesota, os Huot, este foi escolhido devido aos seus reduzidos consumos e foi comprado para substituir um… Cadillac!

Até às 7000 milhas (cerca de 11 mil quilómetros) o carro foi maioritariamente usado por Janice Huot. No entanto, com a chegada do inverno em 2015 (no Minnesota neva bastante), esta preferiu comprar um Mitsubishi Outlander Sport com tração integral (o “nosso” ASX) e o pequeno Space Star acabou a ser usado pelo seu marido, Jerry Huot, diariamente em trabalho.

VÊ TAMBÉM: Este Opel Corsa B é o mais recente membro do “clube 1 milhão de quilómetros”
Mitsubishi Space Star
A prova dos muitos quilómetros (ou neste caso milhas) percorridos pelo Space Star.

Bem mantido, mas sem mordomias

Tendo em conta que o trabalho de Jerry Huot consiste em entregar amostras de vários consultórios médicos a laboratórios em todo o estado do Minnesota e na cidade de Minneapolis, não admira que o pequeno Mitsubishi Space Star tenha desde então começado a acumular quilómetros “como se não houvesse amanhã”.

Segundo Jerry, o citadino nipónico nunca se negou ao trabalho e até serviu para transportar pedras e adubo para o jardim do casal. Apesar de ter recebido sempre as manutenções e revisões a “tempo e horas”, não se pode dizer que o Space Star tenha sido “apaparicado”, não tendo sequer tido direito a dormir na garagem, nem mesmo durante o exigente inverno do Minnesota!

Mitsubishi Space Star
A matrícula personalizada do Space Star é alusiva à sua cor.

As manutenções programadas parecem ter resultado, pois apenas por duas ocasiões foi necessário proceder a reparações não programadas. A primeira surgiu por volta das 150 mil milhas (perto de 241 mil quilómetros) e consistiu na substituição do rolamento de uma roda e a outra foi a substituição do motor de arranque entre as 200 mil e as 300 mil milhas (entre os 321 mil e os 482 mil quilómetros).

O melhor de tudo é que uma vez que os Huot tinham aderido a um plano de manutenção programada e a uma extensão da garantia, ambas as reparações foram feitas ao abrigo desta.

VÊ TAMBÉM: Oficial. O revisto e hibridizado Mitsubishi Eclipse Cross vem para Portugal

Já tem substituto

Com a matrícula personalizada “PRPL WON” (lê-se “Purple Won”, numa clara alusão à sua vistosa pintura), o pequeno Space Star foi entretanto substituído por… outro Space Star! O mais curioso é que a julgar pelas palavras de Jerry Huot tal nem fazia parte dos planos.

Segundo este conta, o Space Star “devorador de quilómetros” acabou por ser vendido depois de Jerry o ter levado ao concessionário para uma manutenção de rotina e o dono do espaço se ter apercebido da sua elevada quilometragem.

VÊ TAMBÉM: O taxista que comprou dois Mercedes-Benz W123, mas só usou um

Ciente do potencial de promoção que um simples citadino com tantos quilómetros acumulados tem, o dono do stand decidiu propor a compra do Space Star e ainda assegurou que os Huot compravam um novo exemplar por um preço especialmente atrativo.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Mitsubishi Pajero Evolution?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Mitsubishi Pajero Evolution. Feito para vencer, literalmente.

Mais artigos em Notícias