Lançamento

Hyundai i20 chega a Portugal com preços mais baixos que o antecessor

Com a pré-campanha de lançamento já a decorrer e o início de comercialização marcado para janeiro, o novo Hyundai i20 chega a Portugal com preços mais baixos que o antecessor.

É no início de janeiro que entra em comercialização o novo Hyundai i20, mas para aqueles que não querem esperar, a Hyundai Portugal tem já a decorrer uma pré-campanha até ao final do ano (31 de dezembro), com um preço especial de lançamento 1500 euros abaixo do preço de tabela.

No entanto, mesmo não considerando esta campanha, quando iniciar a sua comercialização em Portugal, o novo Hyundai i20 apresentará um preço de tabela abaixo do antecessor, algo que não é comum de ver.

A nova gama será entre 645 euros a 1105 euros mais acessível para versões equivalentes, apesar da nova geração vir com mais argumentos em eficiência, conectividade e segurança — e sem esquecer o estilo, bem mais marcante nesta terceira geração, que adota a nova visão da marca Sensuous Sportiness.

VÊ TAMBÉM: Agora é oficial. Hyundai revela (quase) tudo sobre o novo i20

Quanto custa o novo Hyundai i20?

Os preços arrancam nos 16 040 euros para a versão 1.2 MPi Comfort e culminam nos 21 180 euros para o 1.0 T-GDI Style Plus com caixa de dupla embraiagem 7DCT:

Hyundai i20
Versão Preço
1.2 MPi Comfort 5MT 16 040 €
1.0 T-GDI Style 6MT 17 800 €
1.0 T-GDI Style 7DCT 19 400 €
1.0 T-GDI Style Plus 6MT 19 580 €
1.0 T-GDI Style Plus 7DCT 21 180 €
i20, o mais importante
A importância do i20 para a Hyundai Portugal é clara: o utilitário representa 23% das vendas da marca em Portugal, traduzindo-se em mais de 11 mil unidades vendidas desde que o primeiro i20 chegou em 2010. É ambição da Hyundai que a nova geração do modelo voe mais alto, imiscuindo-se entre os líderes do segmento. O seu preço competitivo é um dos argumentos para o conseguir, que faz dele uma das propostas mais acessíveis do segmento, após adicionarmos aos seus rivais os equipamentos que o i20 traz de série.

Gama nacional

Em Portugal a gama inicial divide-se em duas motorizações, três transmissões e três níveis de equipamento. Começando pelas motorizações, só estarão disponíveis motores a gasolina; não vai haver motores Diesel nem sequer propostas eletrificadas, apesar de ter sido nos últimos tempos uma das apostas mais fortes da marca sul-coreana.

Assim, começamos pelo 1.2 MPI, um quatro cilindros atmosférico com 84 cv, acoplado a uma caixa manual de cinco velocidades (5MT). Já o conhecemos do antecessor, mas chega ao novo Hyundai i20 com níveis de eficiência acrescidos. Tanto os consumos como as emissões de CO2 são inferiores em, respetivamente, 13,1% e 13,7%, fixando-se em 5,3 l/100 km e 120 g/km.

Cenário idêntico para o 1.0 T-GDI, com três cilindros em linha e turbo, a debitar 100 cv, podendo ser associado ou a uma caixa manual de seis velocidades (6MT) ou uma de dupla embraiagem de sete velocidades (7DCT). O evoluído 1.0 T-GDI anuncia consumos e emissões inferiores em, respetivamente, 8,5% e 7,5%, fixando-se nos 5,4 l/100 km e 120 g/km.

Hyundai i20

Passando para as linhas de equipamento temos três: Comfort, Style e Style Plus. A primeira está exclusivamente associada ao 1.2 MPI, enquanto as duas linhas Style e Style Plus surgem associadas apenas ao 1.0 T-GDI.

O Comfort, mesmo sendo o nível de acesso, já inclui jantes em liga leve de 16″, luzes diurnas em LED e vidros traseiros privativos (escurecidos). No interior podemos contar com ar condicionado manual, um painel de instrumentos digital de 10,25″ e o novo infoentretenimento da Hyundai, acessível por um ecrã tátil de 8″. O destaque está na conetividade com o novo i20 a trazer em todas as versões Android Auto e Apple CarPlay, mas sem fios.

No que toca à segurança, a linha Comfort já vem disponível com travagem autónoma de emergência e sistema de manutenção à faixa de rodagem (LKA). Contem ainda com máximos automáticos, câmara traseira, sensores de estacionamento traseiro e alerta de atenção do/a condutor/a

No Style, as jantes sobem para as 17″ e passamos a ter disponíveis três modos de condução. O ar condicionado passa a ser do tipo automático e ganhamos sensor de chuva. O Style Plus acrescenta Full LED, chave inteligente e um apoia-braços dianteiro. No campo do estilo a carroçaria passa a ser bi-tom.

Hyundai i20
TENS DE VER: Hyundai i20 N vs Ford Fiesta ST. Qual escolherias?

E o i20 N… Quando chega?

Por aqui somos fãs de pocket-rockets e quando vimos ser revelado o i20 N por parte das mesmas pessoas que nos deram o i30 N, temos que admitir que deixou-nos na expetativa. Ainda não há uma data concreta para o início da comercialização da variante mais rebelde do novo i20, mas vai acontecer durante o 2º trimestre de 2021.

Hyundai i20 N

Deverá chegar até um pouco antes que as muito bem recebidas versões N Line — como tem sido constatado em outros modelos da Hyundai —, de aspeto mais desportivo, que chegarão no final do primeiro semestre de 2021.

Há uma versão, porém, que não veremos em Portugal, segundo a Hyundai. Trata-se da versão mild-hybrid 48 V equipada com a inédita caixa manual inteligente, a iMT, associada ao 1.0 T-GDI de 120 cv (ou de 100 cv, opcionalmente). Uma versão eletrificada que promete 3-4% menos consumos e emissões e traz uma caixa manual que consegue desacoplar a transmissão do motor sempre que se tira o pé do acelerador, sem ser necessário colocar em ponto morto. De acordo com a Hyundai Portugal, a relação custo-benefício desta versão não compensa no nosso mercado.

Sabe responder a esta?
Qual a autonomia do Renault Twingo Electric?

Mais artigos em Notícias