Fórmula 1

Fórmula 1. GP de Portugal é já este fim de semana. Como está a temporada?

Aproveitando o regresso do GP de Portugal de Fórmula 1, trazemos-te um pequeno resumo de uma das temporadas mais estranhas da história da categoria.

Este ano a temporada de Fórmula 1 viu a primeira prova adiada (tal como muitas outras), chegou a estar em risco de não se realizar por causa da Covid-19 e acabou por ver substituídas várias corridas do calendário por outras que dele não constavam. Tudo isso parece ter sido ultrapassado e, por força das circunstâncias, até vai haver um GP de Portugal — e é já este fim de semana…

Numa época em que a grande expectativa (e já quase certeza) é de que alguns dos recordes estabelecidos por Michael Schumacher vão ser (alguns até já foram) batidos por Lewis Hamilton, há mais para acompanhar além do britânico devorador de recordes.

Desde um arranque de temporada desastroso da Ferrari até à interessante luta no “pelotão”, aqui ficam alguns dos destaques da temporada de 2020 da Fórmula 1 numa altura em que o “circo” se prepara para regressar a Portugal, 24 anos depois.

VÊ TAMBÉM: A história da Honda na Fórmula 1. Do Japão para o mundo
Renault DP F1 Team

O campeonato de pilotos…

Por aqui quase que podemos dizer que é “Hamilton e os outros”. Das onze provas já disputadas, o seis vezes campeão do mundo (e já com mão e meia no sétimo título) venceu sete, tendo pelo caminho igualado o recorde de vitórias de Schumacher (91) no GP de Eifel.

As outras três vitórias couberam ao “escudeiro” de Hamilton, Valtteri Bottas (2) e a Pierre Gasly que aos comandos do seu Alpha Tauri alcançou o resultado mais surpreendente de toda a temporada na prova disputada em Monza. Além da sua vitória, Carlos Sainz com um 2º lugar e Lance Stroll com um 3º contribuíram para um pódio inédito.

No que à classificação diz respeito, Hamilton lidera com 230 pontos, Bottas segue-o com 161 e no terceiro lugar surge Max Verstappen com 147 pontos e ainda à procura da sua primeira vitória esta temporada.

Ferrari SF1000
Até agora a Ferrari tem tido uma época muito abaixo das expectativas.

Quanto aos homens da Ferrari, Sebastian Vettel segue em 13º com 17 pontos na sua última temporada na Ferrari e Leclerc ocupa o 8º lugar com 63 pontos.

Já no “pelotão”, nomes como Daniel Ricciardo, Carlos Sainz, Sergio Pérez (que nem tem lugar garantido na F1 na próxima época), Lance Stroll ou Lando Norris também têm dado que falar.

VÊ TAMBÉM: Contámos mais de 20 botões num volante de um Fórmula 1. Para que servem?

… e o de construtores

Em mais uma temporada em que a Mercedes-AMG continua sem dar hipóteses à concorrência, há dois grandes destaques: um é a renhida luta no “pelotão”, com a Renault (com 114 pontos), a McLaren (116 pontos) e Racing Point (120 pontos) praticamente coladas na classificação; o outro é o debacle da Ferrari.

Racing Point 2020
O carro da Racing Point já deu muito que falar tanto pelos resultados obtidos como pelas acusações de que se trata de uma cópia do Mercedes-AMG do ano passado.

Num ano para o qual partiu com elevadas ambições a equipa italiana tem tido dificuldades em retirar o máximo proveito do seu monolugar (foram até já assumidos erros ao nível da sua conceção), chegando ao GP de Portugal num modesto 6º lugar no campeonato de construtores com apenas 80 pontos.

Já na “liga dos últimos” parecem correr a Alfa Romeo, a Haas e a Williams. Para teres uma ideia, aquela que está mais próxima das restantes, a Alfa Romeo que tem cinco pontos está a 62 (!) pontos da Alpha Tauri (contabiliza 67 pontos). Quanto à Haas conta com apenas três pontos e a Williams atravessa mais um ano de “seca” com zero pontos.

Siga para o GP de Portugal.

Sabes responder a esta?
Em que ano é que Fernando Alonso conquistou o seu primeiro título mundial de Fórmula 1?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Oficial. Fernando Alonso regressa à Fórmula 1 e à Renault em 2021

Mais artigos em Notícias