Futuro

Próximo XC90 poderá ser o último Volvo com motor de combustão

O novo Volvo XC90, a ser lançado em 2021, terá versões híbridas e uma elétrica, mas pode ser o último da marca com um motor de combustão.

O XC40 Recharge, o primeiro 100% elétrico da Volvo, ainda mal chegou ao mercado e Håkan Samuelsson, o diretor executivo (CEO) do construtor, avança já com a possibilidade do sucessor do XC90, a chegar em 2021, poder muito bem ser o último Volvo com motor de combustão interna.

A possibilidade foi avançada em entrevista aos norte-americanos da Car and Driver, onde Samuelsson detalhou o plano em que 50% de todos os Volvo produzidos sejam modelos 100% elétricos, já em 2025. Uma quota bem mais ambiciosa do que qualquer outra anunciada por um construtor rival.

Porquê uma quota tão elevada? Samuelsson justifica-a com as previsões de que o segmento premium será aquele que mais crescerá no futuro e também aquele que mais elétrico deverá ser:

“Podemos especular quanto tempo tempo demorará até todos os automóveis premium serem elétricos, mas chegámos à conclusão que se queremos crescer rapidamente, devemos concentrar-nos nesse segmento. É muito mais inteligente para nós (fazer a transição para elétrico) do que tentar e retirar quota de mercado ao segmento automóveis convencionai que continua a contrair.”

VÊ TAMBÉM: Testámos o Volvo XC40 Recharge PHEV. O melhor de dois mundos?
Håkan Samuelsson em Genebra 2017
Håkan Samuelsson

Elétricos, elétricos por toda a parte

Para atingir tão ambicionada quota, esperem muitos mais elétricos por parte da Volvo nos próximos anos. O próximo chega já em 2021 e assentará sobre a mesma base CMA (Compact Modular Architecture) do XC40 e Polestar 2. Håkan Samuelsson dá a entender que esse novo modelo será exclusivamente elétrico.

Também exclusivamente elétrico é o que promete ser um novo modelo mais compacto, posicionado abaixo do XC40 — os rumores indicam um hipotético XC20 — que recorrerá a uma nova plataforma específica para elétricos da Geely, a SEA (Sustainable Experience Architecture).

O sucessor do XC90 também irá ter uma variante 100% elétrica que se juntará às variantes mild-hybrid e híbridas plug-in.

VÊ TAMBÉM: Testámos a Volvo V60 T8 PHEV Inscription. Foco na performance ou na poupança?

O último dos… Volvo com motor de combustão?

Parece mais um capítulo da nossa rubrica, “O último dos…“, que, tendo em conta as palavras do CEO da Volvo, poderemos ter de escrever mais cedo do que tarde. O novo XC90, a ser lançado durante o próximo ano, poderá efetivamente ser o último Volvo a trazer por debaixo do capô um motor de combustão.

Porém, existem ainda ressalvas sobre se será mesmo o último, reconhecidas por Samuelsson. Apesar de em mercados como o europeu e o chinês a eletrificação parecer estar a acelerar, o mesmo não acontece em outras partes do planeta, onde a marca sueca tem uma presença forte, como a América do Norte. Há que garantir outras opções a esses clientes, como as híbridas.

Questões relacionadas com o ritmo da expansão da infraestrutura de carregamento e até a aceitação por parte dos clientes poderão ditar o adiamento da total eletrificação da Volvo. Porém, a ambição da Volvo é expressa de forma contudente por Håkan Samuelsson:

“A nossa ambição é definitivamente sermos totalmente elétricos antes de ser mandatório por parte dos governos.”

Mais artigos em Notícias