Desporto motorizado

António Félix da Costa e DS TECHEETAH fazem a festa em Lisboa

Lisboa foi o palco escolhido para celebrar os títulos alcançados por António Félix da Costa e pela DS TECHEETAH na Fórmula E.

Lisboa parou para receber António Félix da Costa. O piloto português, campeão de Fórmula E 2019/2020, conduziu o seu DS E-TENSE FE20 pelas ruas de Lisboa, cobrindo um percurso total de 20 km, que, à semelhança das realidades vividas em competição, decorreu no coração da cidade.

As acelerações e derrapagens do DS E-Tense FE 20, o monolugar 100% elétrico conduzido pelo piloto português pelas principais artérias da capital, foram o ponto alto desta celebração em torno de uma vitória com sotaque português, mas também da aposta da DS neste campeonato que continua a somar aficionados.

Um pouco por toda a cidade, foram muitas as pessoas que pararam para ver passar António Félix da Costa.

VÊ TAMBÉM: “Vive la différence”. Testámos o original e elétrico DS 3 Crossback E-Tense

Com início pelas 10h de sábado, o percurso de cerca de 20 quilómetros levou o DS E-Tense FE 20 a percorrer várias zonas nobres da cidade, com partida junto ao Museus dos Coches (Belém), passando pela Avenida 24 de Julho, Praça do Comércio, Rua da Prata, Rossio, Restauradores, Avenida da Liberdade e Rotunda Marquês de Pombal, regressando ao Museu dos Coches, pelo percurso inverso.

António Félix da Costa
Fórmula E em Portugal Será que um dia ainda vamos ver a Fórmula E a competir pelas ruas de Lisboa?

Domínio absoluto

A DS Automobiles detém agora o recorde de maior número de títulos consecutivos, dois de Equipas e outros tantos de Pilotos, o maior número de pole-positions (13) e o maior número de duas primeiras posições na grelha para uma única equipa (dois com a DS TECHEETAH).

António Félix da Costa

VÊ TAMBÉM: Tradicional na forma, mas eletrificado. O DS 9 é o novo topo de gama da marca francesa

Paralelamente, e na lista de recordes da marca, é de realçar que a DS Automobiles é o único construtor com vitórias em E-Prix todos os anos desde 2016.

Tornando-se campeão um ano após o título ter sido conquistado por Jean-Éric Vergne, António Félix da Costa também assegurou recordes pessoais na disciplina: três pole-positions consecutivas e três vitórias consecutivas numa única temporada.

Objetivos para a próxima temporada? António Félix da Costa foi muito claro:

Quero deixar a minha marca nesta disciplina. Temos um alvo nas nossas costas, todas as equipas e pilotos querem bater-nos, mas nós vamos fazer-lhes a vida difícil. Temos uma estrutura muito profissional, onde todos dão o máximo pela vitória.

No próximo ano a Fórmula E adquire o estatuto de campeonato do mundo FIA e António Félix da Costa pretende revalidar o título.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do DS 7 Crossback?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Testámos o DS 7 Crossback 1.6 PureTech 225 cv: vale a pena ser chique?

Mais artigos em Notícias