Transformação

Parece um Peugeot 205 T16 original, não parece? Mas não é!

Um autêntico "Frankenstein", este Peugeot 205 T16 mistura elementos do 205 e do bem mais moderno 308 GTi. Fica a conhecê-lo melhor.

Como que a confirmar que as aparências iludem, o Peugeot 205 T16 de que te falamos hoje é tudo menos… um 205 T16. Projetado pela Dimma UK, este exemplar consiste num perfeito exemplo de “corte e costura” automóvel.

Mas antes de te contarmos a sua história, deixa-nos explicar-te as origens da empresa por trás deste projeto. Nascida em pela mão de Terry Pankhurst em 1986, a Dimma UK é a divisão britânica da empresa belga Dimma Design.

Criada em 1974, a empresa belga ganhou notoriedade na década de 80 graças à criação de kits que transformavam os 205 GTi numa espécie de 205 T16. Como prova da qualidade destas transformações, Jean Todt, então líder da Peugeot Sport, decidiu homologar oficialmente os kits, criando assim os Peugeot 205 “by” Dimma Design em 1986.

VÊ TAMBÉM: Do Peugeot 205T16 ao 3008 DKR. A história (quase) completa
Peugeot 205 T16 Dimma

A ligação entre a Dimma Design e a PSA resultou ainda na criação de kits para modelos como o 306, o Citroën ZX Maxi Kit Car e o Peugeot 206 Super 1600.

Já a Dimma UK, além de vender os kits originais, começou também a dedicar-se às suas próprias conversões (criando até um 205 com tração integral) aproveitando esse know-how para criar o carro de que te falamos.

O “Peugeot 205 T16”

Fruto do génio de Terry Pankhurst, este “Peugeot 205 T16” mistura o chassis de um 205, o kit da Dimma Design e os elementos mecânicos (motor e suspensão) do novo Peugeot 308 GTi aos quais se junta ainda o tablier do familiar francês (e com tudo a funcionar!).

Produzido com recurso a fibra de carbono, este 205 T16 é cerca de 400 kg mais leve do que o 308 GTi, pesando apenas 800 kg. Já o trabalho de acomodar toda a mecânica do 308 GTi obrigou a vários alargamentos e à adoção de alargadores das cavas das rodas ainda maiores, o que levou a que este seja 1/4 maior que o 205 T16 original.

VÊ TAMBÉM: Este Peugeot 205 T16 já foi um Mitsubishi Evo VI e está agora à venda

Como é óbvio, o motor usado é o 1.6 THP com 300 cv do Peugeot 308 GTi e para garantir que o chassis do vetusto 205 tem a rigidez estrutural necessária para lidar com tanta potência foi instalado um roll bar.

Criado o primeiro protótipo, a chegada à produção deste Peugeot 205 T16 está agora dependente da existência de interessados em número suficiente. Por isso, a Dimma UK está a aceitar pré-reservas do modelo. E tu, gostavas que este se concretizasse ou deveria continuar a ser apenas um protótipo?

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o Peugeot 405?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

E dura, dura, dura… o Peugeot 405 continua a ser produzido

Mais artigos em Notícias