Mercado

Volkswagen. O mercado europeu pode levar dois anos a recuperar

O diretor de vendas da Volkswagen analisou as perspetivas de recuperação do mercado automóvel e só a China parece trazer algum otimismo ao setor.

Numa conferência online organizada pela associação automóvel britânica SMMT o diretor de vendas da Volkswagen, Christian Dahlheim, antecipou os possíveis cenários de recuperação do mercado automóvel.

Segundo Christian Dahlheim, o mercado europeu poderá ter de esperar até 2022 para voltar aos níveis pré-covid.

Ainda assim, de acordo com o diretor de vendas da Volkswagen, é expectável que até 2022 se assista a uma “recuperação em V”, restando apenas saber quão acentuado será esse “V”.

VÊ TAMBÉM: Jetta, a marca, a caminho de outros mercados? É uma possibilidade

E os restantes mercados?

No que diz respeito ao mercado automóvel na EUA, América do Sul e China, as expectativas apresentadas por Christian Dahlheim são bem diferentes entre si.

No que diz respeito aos EUA, Dahlheim afirmou: “os EUA provavelmente estão numa situação semelhante à Europa, mas são o mercado mais difícil de prever”.

Quanto à América do Sul, o diretor de vendas da Volkswagen mostrou-se pessimista, afirmando que estes mercados poderão apenas voltar aos números da era pré-covid em 2023.

Já o mercado automóvel chinês é aquele que melhores perspetivas oferece, com Dahlheim a afirmar que por lá o crescimento em “V” tem sido bastante positivo, sendo expectável que as vendas naquele país voltem ao normal, algo que, afirma, até já aconteceu.

Por fim, Christian Dahlheim relembrou que a recuperação económica será influenciada pelo aumento da dívida dos países.

Fontes: CarScoops e Automotive News Europe

Sabes responder a esta?
Em que ano foi revelado o Volkswagen Golf R32?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lembras-te deste? Volkswagen Golf R32
Em cheio!!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

Lembras-te deste? Volkswagen Golf R32

Mais artigos em Notícias