Revelação

Estes são os renovados Mercedes-Benz Classe E Coupé e Cabrio 2021

Os renovados Classe E Coupé e Cabrio receberam pequenas melhorias estéticas, sistema de infotainment renovado, motorizações eletrificadas e um sistema de alarme que promete fazer a «vida negra» aos amigos do alheio.

As novidades das carroçarias mais apelativas da gama Mercedes-Benz Classe E (geração W213) acabam de ser reveladas. Depois das versões limousine e carrinha, foi agora a vez dos Classe E Coupé e Cabrio receberem as devidas atualizações.

Lançada em 2017, a geração W213 do Mercedes-Benz Classe E já começava a acusar o peso dos anos. Foi por isso que a marca alemã decidiu rever os pontos mais críticos desta geração.

No exterior, as mudanças são apenas de detalhe, porém fazem a diferença. Os faróis dianteiros têm um novo desenho e a dianteira foi ligeiramente redesenhada.

TENS DE LER: Em Las Vegas andámos a bordo do rejuvenescido Mercedes-Benz Classe E 2020
Mercedes-Benz Classe E Cabrio

Já na traseira, podemos contemplar uma nova assinatura luminosa que pretende enaltecer o lado mais desportivo da gama Mercedes-Benz Classe E.

Ainda no campo do design, o Mercedes-AMG E 53, a única versão AMG disponível nos Classe E Coupé e Cabrio, também receberam a devida atenção. As mudanças estéticas foram ainda mais profundas, com destaque para a grelha dianteira com os «ares de família» da gama de Affalterbach.

Mercedes-AMG E 53

Interior ganha atualidade

Ainda que em termos estéticos o Mercedes-Benz Classe E Coupé e Cabrio continuassem a dar bem conta de si no que ao interior diz respeito, já relativamente à tecnologia a situação não era propriamente a mesma.

Para recuperar terreno neste capítulo os renovados Mercedes-Benz Classe E Coupé e Cabrio receberam novos sistemas de infotaiment MBUX. Nas versões normais, composto por dois ecrãs de 26 cm cada, nas versões mais evoluídas (opcional) por uns massivos ecrãs de 31,2 cm.

O segundo grande destaque vai para o novo volante: totalmente redesenhado e com novas funções. Com destaque para o sistema de deteção de mãos, que permite manter o sistema de condução semi-autónoma ativa sem necessidade de movimentar o volante como acontecia até agora.

Mercedes-Benz Classe E Cabrio

Ainda no campo do conforto, há um novo programa apelidado «ENERGIZING COACH». Este recorre ao sistema de som, às luzes ambiente e aos bancos com massagem para através de um algoritmo tentar ativar ou relaxar o condutor, mediante o seu estado físico.

VÊ TAMBÉM: EQC 400 4MATIC testado. O primeiro 100% elétrico da Mercedes-Benz

Urban Guard. O alarme anti-roubo

Neste facelift do Mercedes-Benz Classe E Coupé e Cabrio a marca alemã aproveitou para dificultar a vida aos amigos do alheio.

Mercedes-AMG E 53

Os Classe E têm agora disponíveis dois sistemas de alarme. O Urban Guard, um alarme convencional que oferece a possibilidade adicional de sermos notificados no nosso smartphone quando alguém tenta entrar no nosso carro ou embate contra ele num estacionamento. Através da aplicação «Mercedes Me», recebemos toda a informação relativa a estes incidentes.

Para os mais zelosos, existe ainda o Urban Guard Plus, um sistema que permite detetar a posição do veículo através de GPS, mesmo que o sistema de localização do carro seja desativado. Melhor parte? A polícia pode ser notificada.

Motorizações eletrificadas

Pela primeira vez na gama Classe E vamos ter motores mild-hybrid nos motores OM 654 (Diesel) e M 256 (gasolina)  — sistemas elétricos paralelos de 48 V. Graças a este sistema, a energia dos sistemas elétricos deixa de ser fornecida pelo motor.

A versão Mercedes-AMG E 53 4MATIC+ recorre agora a um motor 3.0 litros eletrificado com 435 cv e 520 Nm de binário máximo.

Ao invés, o sistema de ar condicionado, sistemas de apoio à condução, direção assistida, etc., passam a ser alimentados por um motor/gerador elétrico de 48 V que além de fornecer energia ao sistema elétrico, é capaz de fornecer um boost momentâneo potência ao motor de combustão.

Resultado? Consumos e emissões mais baixos.

Em termos de gama, às já conhecidas versões E 220 d, E 400d, E 200, E 300 e E 450 vai juntar-se uma nova versão E 300d.

OM 654 M: o Diesel quatro cilindros mais potente de sempre?

Por detrás da denominação 300 d encontramos uma versão mais evoluída do motor OM 654 (2.0, quatro cilindros em linha), que passa a ser conhecida internamente pelo nome de código OM 654 M.

Em comparação com o 220 d, o 300 d vê a sua potência subir dos 194 cv para os 265 cv e o binário máximo crescer dos 400 Nm para uns bem mais expressivos 550 Nm.

Graças a estas especificações, o motor OM 654 M reclama para si o título de motor Diesel de quatro cilindros mais potente de sempre.

As alterações para o OM 654 conhecido traduzem-se num ligeiro incremento na cilindrada — de 1950 cm3 para 1993 cm3 —, à presença de dois turbos de geometria variável com refrigeração líquida e a maior pressão no sistema de injeção. Adicione-se a presença do famigerado sistema de 48 V, que é capaz de engordar os números anunciados em mais 15 kW (20 cv) e 180 Nm em determinadas condições.

Mercedes-Benz Classe E Cabrio
TENS DE VER: M 139. O quatro cilindros de produção mais potente do mundo

Data de comercialização

Ainda não há datas concretas para o nosso país, mas toda a gama Mercedes-Benz Classe E Coupé e Cabrio — e também as versões Mercedes-AMG — vão estar disponíveis no mercado europeu antes do final do ano. Os preços ainda não são conhecidos.


A equipa da Razão Automóvel continuará online, 24 horas por dia, durante o surto de COVID-19. Segue as recomendações da Direção-Geral de Saúde, evita deslocações desnecessárias. Juntos vamos conseguir ultrapassar esta fase difícil.

Mais artigos em Notícias