Registo automóvel

Novas matrículas. A primeira (e segunda) matrículas já foram atribuídas

Após uma longa espera, as novas matrículas já estão em circulação. A primeira da nova série ficou guardada para recordação mas a segunda já foi atribuída.

Há já dois anos que as conhecíamos e há uns meses ficámos a saber que iam “perder” a área onde surge a data do carro, no entanto, só agora é que as novas matrículas entraram em circulação.

Segundo noticia a agência Lusa, a primeira chapa de matrícula da nova série, a “AA 00 AA” ficou para o IMT como “recordação”. Já a segunda, a primeira a entrar realmente em circulação, com a sequência “AA 01 AA” foi atribuída a um carro elétrico.

Quanto à última matrícula com a série que agora termina, a “99-ZZ-99”, o IMT revelou que esta também foi atribuída a um automóvel elétrico — sinais dos tempos…

VÊ TAMBÉM: Sabes quantos carros usados foram importados em 2019?

O que muda nas novas matrículas?

Face às matrículas que vêm substituir, as novas matrículas não só perdem a indicação do mês e ano do carro como também viram desaparecer os pontos que separavam os conjuntos de letras e números.

Também novidade é o facto de o decreto lei que estabeleceu as novas matrículas prever a possibilidade de estas virem a contar com três algarismos em vez de apenas dois.

Por fim, também as matrículas dos motociclos e ciclomotores vão conhecer novidades, passando a contar com o dístico identificador do Estado-Membro, facilitando a circulação internacional destes veículos (até agora, sempre que se circulava no estrangeiro era preciso circular com a letra “P” colocada na traseira da moto).

Segundo o IMT, as novas matrículas poderão ser utilizadas por um período estimado de 45 anos.

Sabes responder a esta?
Qual foi o Peugeot mais vendido em 2019 em Portugal?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O Peugeot mais vendido em 2019 em Portugal não foi aquele que estás a pensar

Mais artigos em Notícias