Apresentação

Aqui está ela! Esta é a primeira eScooter da SEAT

A primeira eScooter da SEAT foi revelada no Smart City Expo World Congress e por lá conhecemos ainda os planos da marca para a mobilidade urbana.

Tal como havia prometido, a SEAT aproveitou o Smart City Expo World Congress, em Barcelona, para nos dar a conhecer o concept SEAT eScooter, a sua segunda aposta no mundo das duas rodas (a primeira foi a pequena eXS).

Com chegada ao mercado prevista para 2020, o concept SEAT eScooter conta com um motor de 7 kW (9,5 cv) com picos de 11 kW (14,8 CV) e que oferece 240 Nm de binário. Equivalente a uma scooter com 125 cm3, a SEAT eScooter atinge os 100 km/h, conta com uma autonomia de 115 km e cumpre os 0 aos 50 km/h em apenas 3,8s.

Descrita pelo responsável pela Mobilidade Urbana da SEAT, Lucas Casasnovas como “a resposta à procura dos cidadãos por uma mobilidade mais ágil”, a SEAT eScooter consegue armazenar dois capacetes debaixo do assento (não se sabe se integrais ou Jet) e, através de uma app permite que se monitorize o seu nível de carga ou localização.

VÊ TAMBÉM: Ao volante do SEAT Mii electric. O primeiro de uma nova era
SEAT eScooter

Depois de ter desenvolvido a SEAT eScooter em conjunto com o fabricante de scooters elétricas Silence, a SEAT está agora a trabalhar num acordo de colaboração para que este fique responsável pela produção na sua fábrica em Molins de Rei (Barcelona).

VÊ TAMBÉM: Futuro da mobilidade urbana na SEAT chama-se Minimó

A visão da SEAT para a mobilidade

As novidades da SEAT no Smart City Expo World Congress não se limitaram à nova eScooter e por lá a marca espanhola deu também a conhecer uma nova unidade estratégica de negócio, a SEAT Urban Mobility, apresentou o concept e-Kickscooter e revelou ainda o projeto-piloto DGT 3.0.

Mas vamos por partes. Começando pela SEAT Urban Mobility, esta nova unidade de negócio vai integrar todas as soluções de mobilidade (tanto de produtos como de serviços e plataformas) da SEAT e vai ainda integrar a Respiro, a plataforma de carsharing da marca espanhola.

VÊ TAMBÉM: SEAT. Ofensiva elétrica traz 6 novos elétricos e híbridos plug-in até 2021

Já o concept e-Kickscooter apresenta-se como uma evolução da SEAT eXS e oferece uma autonomia de até 65 km (a da eXS fica-se pelos 45 km), dois sistemas de travagem independentes e uma bateria de maior capacidade.

VÊ TAMBÉM: Testámos o SEAT Ibiza 1.6 TDI 95 cv DSG FR. Quanto valem duas siglas?

Por fim, o projeto-piloto DGT 3.0, realizado em colaboração com a Direção-Geral de Tráfego espanhola, tem como objetivo permitir que os automóveis comuniquem, em tempo real, com os semáforos e painéis informativos, tudo para melhorar a segurança rodoviária.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o primeiro modelo da SEAT?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O primeiro SEAT da história faz 65 anos
Em cheio!!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

O primeiro SEAT da história faz 65 anos

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos