Design

E se o BMW M5 E39 tivesse tido um coupé?

Ao contrário dos seus sucessores, o BMW M5 E39 nunca teve um M5 Coupé para o acompanhar ou um… M6. Invoquemos os poderes do Photoshop.

O BMW M5 E39 continua a projetar uma longa sombra sobre os seus sucessores — é ainda dos M5 mais desejados. O 5.0 V8 atmosférico e 400 cv, a caixa manual de seis, a tração traseira e um interativo e eficaz chassis tornavam-no num dos mais equilibrados e coesos conjuntos no que toca a berlinas de altas prestações.

O seu cheio e sonoro V8, nome de código S62, seria praticamente um exclusivo seu — não podemos esquecer o BMW Z8, o roadster de belas linhas nostálgicas —, ao contrário dos nossos dias, onde podemos encontrar o motor do M5 numa série infindável de modelos: X5M, X6M, M8 Coupé, M8 CabrioletM8 Gran Coupé… curiosamente, nem uma carrinha à vista.

No tempo do M5 E39 o único coupé M da BMW estava um segmento abaixo, o M3, e este trazia um seis cilindros em linha (E36 e E46) — o S62 num coupé? Nem vê-lo.

VÊ TAMBÉM: Testámos o BMW M5 F90. A «super berlina» de Munique

É com esta premissa que trazemos mais um vídeo do designer Marouane, The Sketch Monkey. Ele propôs-se idealizar um BMW M5 E39 Coupé, derivado diretamente da berlina que conhecemos.

O estilo escolhido por The Sketch Monkey tenta realçar uma vertente mais desportiva ou dinâmica da berlina de desenho clássico que conhecemos, com umas leves influências da era Bangle, o infame designer que nos trouxe o “flame surfacing” ou superfícies flamejantes no início deste século — o BMW Série 7 E65 foi o primeiro veículo de produção a introduzir o novo tipo de estilo.

Uma linha de habitáculo um pouco mais arqueada e baixa, rodas de maior dimensão e apontamentos a negro e os vidros escurecidos completam o conjunto.

BMW M5 Coupé E39, The Sketch Monkey

O que acham? Um BMW M5 E39 Coupé teria alguma hipótese de sucesso ou é apenas um pedaço de fantasia que deve permanecer como isso mesmo, uma fantasia?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos