Arranque a Frio

Um dos extras mais caros do Shelby GT500? As riscas decorativas

A lista de equipamento do poderoso Ford Mustang Shelby GT 500 está recheada de opcionais e um dos mais caros são as riscas pintadas na carroçaria.

Imagem de marca de muitos desportivos norte-americanos (e não só) as famosas “Go fast stripes” não costumam ser dos extras mais caros. Quer dizer, isto é se não estivermos a falar do novo Ford Mustang Shelby GT 500 é claro, pois nesse caso a situação é um pouco diferente.

O problema não é quando se opta por riscas em vinil, pois nesse caso estas custam 1000 dólares (cerca de 900 euros) mas sim quando se opta por tê-las mesmo pintadas na carroçaria, sendo que nesse caso o valor deste opcional sobe para os 10 mil dólares (cerca de 9000 euros!), sendo que no final de contas o efeito não é muito diferente.

Ora, face a este valor, as riscas pintadas no Mustang Shelby GT 500 são um dos extras mais caros do carro, aproximando-se dos 18 500 dólares (cerca de 16 900 euros) pedidos por um pack que oferece oferece jantes, painel de instrumentos e asa traseira em fibra de carbono, bancos Recaro e pneus Michelin Pilot Sport Cup 2.

Para teres uma ideia do quão caro fica pintar umas simples riscas no Mustang Shelby GT 500, em comparação o pack tecnológico que traz equipamentos como o avisador de ângulo morto, o sistema de infotainment ativado por voz ou o sistema de som da Bang & Olufsen com 12 colunas fica-se pelos 3000 dólares (cerca de 2700 euros).

Ford Mustang Shelby GT 500
VÊ TAMBÉM: Conduzimos o novo Ford Focus ST 2.3 Ecoboost. Trabalho de artesãos

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do novo Ford Puma?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Este é o novo Ford Puma, o crossover, não o coupé

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos