Segurança Rodoviária

Via Livre. A ação da GNR para acabar com os “azelhas da faixa do meio”

Entre 12 e 14 de abril a operação "Via Livre" da GNR vai andar na estrada. O objetivo é sensibilizar os condutores para que conduzam na via da direita.

Basta uma curta viagem por uma qualquer autoestrada para nos apercebermos aquela que já definimos como uma “epidemia nacional”, a insistência de muitos condutores em circularem constantemente na via do meio (e até por vezes da esquerda) continua a ser uma realidade. Ora, para evitar que assim continue a ser, a GNR iniciou a operação “Via Livre”.

A ação vai-se realizar por todo o país entre esta sexta feira (dia 12 de abril) e o próximo domingo (dia 14 de abril). O objetivo é sensibilizar os condutores para o facto de deverem circular pela via mais à direita, excepto quando efetuam ultrapassagens, é claro.

De acordo com um comunicado da GNR, a operação “Via Livre” destina-se a “evitar a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda, sem que exista tráfego na via mais à direita das autoestradas e vias reservadas a automóveis e motociclos”.

VÊ TAMBÉM: Radares da PSP. Vê a lista para abril de 2019
GNR © Raul Mártires / Razão Automóvel

Dá multa e tira pontos

No mesmo comunicado, a GNR confirma aquilo que todos nós já sabemos acerca deste (mau hábito), afirmando que este provoca “constrangimentos à segurança rodoviária e à fluidez do tráfego, o que muitas vezes motiva a ocorrência de comportamentos desviantes e o cometimento de outras infrações por parte dos restantes condutores”.

Caso não saibas, pertencer ao grupo dos “azelhas da faixa do meio” pode sair caro. É que por se tratar de uma contra ordenação muito grave a multa pode ir dos 60 aos 300 euros, o condutor arrisca-se a ficar proibido de conduzir por um período que vai de dois meses até dois anos e ao todo perdem-se quatro pontos da carta de condução.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos