Insólito

Nada está a salvo. Skoda Tudor, o protótipo que até seria roubado

Nunca chegou a ser produzido, mas o Skoda Tudor, um protótipo para um coupé da marca checa, seria roubado e, felizmente, recuperado.

Apesar de na sua história ter tido alguns coupés, desde que integrou o Grupo Volkswagen na década de 90, a Skoda nunca mais “teve direito” a ter um. No entanto, esteve perto disso. No Salão de Genebra de 2002 apresentou um protótipo de um coupé, bem próximo da produção, o Skoda Tudor.

Deu que falar devido às suas elegantes linhas, dando ares de um Superb sem as portas traseiras e com um portão da bagageira onde surgia apenas o nome do modelo em vez da matrícula. Introduziu também alguns elementos e detalhes que passaram a incorporar os futuros modelos da marca,  sendo o mais notório deles todos a adoção de óticas traseiras em forma de “C”, ainda hoje usadas.

O Skoda Tudor foi o resultado de um desafio efetuado aos designers da marca, tendo gerado várias propostas — desde uma pick-up Fabia a um Octavia descapotável —, mas foi o coupé que mais captou a atenção, originando o protótipo à escala real que conhecemos.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Skoda Karoq 1.0 TSI: será que o Diesel faz falta?
Skoda Tudor
Em 2002 o Tudor já antecipava os faróis com desenho interior em forma de “C” aos quais outros Skoda também recorreram.

O Tudor era um protótipo funcional, tendo surgido equipado com o 2.8 VR6 de 193 cv do grupo Volkswagen. Apesar da sua proximidade a um modelo de produção (a frente era a do Superb, por exemplo), nunca chegaria a ser produzido.

O Skoda Tudor acabaria por receber um lugar no museu da Skoda em Mlada Boleslav onde está nos dias de hoje. Bem… isto se excluirmos um pequeno incidente na Índia.

Um protótipo roubado?

A Skoda levou até àquele país asiático o Tudor para o mostrar num salão local. No final do evento, e de acordo com a marca, “sob circunstâncias dramáticas”, perderam o protótipo. Alguém deve ter gostado tanto do coupé que o levou.

Depois de intensas buscas levadas a cabo pelas autoridades, o Skoda Tudor apareceu numa estação de comboios, mas só meses depois. No entanto, o ousado autor do “desaparecimento” nunca foi encontrado.

VÊ TAMBÉM: Diz olá ao novo Scala, o Golf da Skoda
Skoda Tudor
O interior do Skoda Tudor era praticamente igual ao dos Skoda daquela época, mas com decoração específica, ou não fosse um protótipo de salão.

No regresso à República Checa, o Skoda Tudor teria de ser completamente renovado, permanecendo atualmente no museu da marca checa. Roubo de automóveis é, infelizmente, comum… mas um protótipo de salão?

Sabes responder a esta?
Em que ano é que a Rover fechou portas?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

A Rover nunca produziu um 75 coupé mas houve quem o fizesse

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos