Clube do milhão

Estes são os 8 CARROS NOVOS mais caros do mundo

A Bugatti apresentou no Salão de Genebra 2019 o carro novo(!) mais caro da história: o La Voiture Noire. A desculpa ideal para vos fazer sentir um pouco mais pobres…

Apresentado hoje no Salão de Genebra 2019, o Bugatti La Voiture Noire — vê aqui as nossas imagens diretamente do certame helvético — é, de acordo com a marca francesa, o automóvel novo mais caro de sempre.

A Bugatti pede pela sua «viatura preta» a módica quantia de 11 milhões de euros. Um valor nada simpático tendo em consideração que não inclui impostos.

Dito isto, levanta-se a questão: quais serão os restantes carros novos mais caros da história? Aqui ficam eles, só para te sentires um pouco mais pobre. Não leves a mal, estamos juntos…

RELACIONADO: Todas as novidades do Salão de Genebra 2019 estão aqui

8º lugar. Aston Martin Valkyrie

Aston Martin Valkyrie © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Custa 2,8 milhões de euros. O hiperdesportivo inglês foi outra das sensações do Salão de Genebra 2019. O preço ainda não é oficial mas há rumores que apontam para um valor em torno dos 2,8 milhões de euros. Mais Mazda MX-5 menos Mazda MX-5…

Vão ser produzidas apenas 150 unidades e já estarão todas vendidas. Se queres saber mais sobre ele, temos um artigo especial sobre o seu motor.

7º lugar. Bugatti Chiron Sport

Bugatti Chiron Sport

Custa 2,9 milhões de euros. Se este ano a sensação do Salão de Genebra no stand da Bugatti foi o La Voiture Noire, no ano passado a sensação foi a sua versão «low cost», o Bugatti Chiron Sport.

Sim. Acabámos de juntar as palavras «low cost» e Bugatti na mesma frase. Já posso dormir descansado.

6º lugar. W Motors Lykan Hypersport

Lykan HyperSport

Custa 3 milhões de euros. Apresentado em 2013, este modelo da W Motors não era apenas rápido… era excêntrico.

No interior encontrávamos 420 diamantes cravados no habitáculo. Porquê? Porque sim. Em termos de motorização, o Lykan Hypersport contava com um motor com 3.7 l de seis cilindros (flat-six) com mais de 740 cv de potência e 900 Nm de binário máximo.

5º lugar. Lamborghini Veneno

Lamborghini Veneno

Custa 4 milhões de euros. A Lamborghini produziu apenas 14 unidades do Veneno, e foram todas vendidas num ápice.

Não admira. Olhem para ele… é literalmente uma versão com mais «veneno» do incrível Aventador. Com 740 cv de potência e 610 Nm de binário máximo extraídos do motor 6.5 V12. É o Lamborghini mais caro de sempre.

4º lugar. Koenigsegg CCXR Trevita

Koenigsegg CCX Trevita

Custa 4,2 milhões de euros. Por onde é que havemos de começar? À engenharia de topo da Koenigsegg adicionem uma carroçaria que misturava materiais tão exóticos como os diamantes e a fibra de carbono.

Em termos de motor, o Koenigsegg CCXR Trevita recorria a um V8 4.8 l com mais de 1000 cv de potência. Foram produzidos apenas três exemplares.

3º lugar. Maybach Exelero

Maybach Exelero

Custa 7 milhões de euros. Apresentado em 2004, este modelo tinha na sua base um Maybach e foi encomendado por uma casa de pneus, a Fulda, subsidiária da Goodyear, à Maybach.

Não desvalorizem o carro por isso. Se a Michelin se pode intrometer no negócio dos restaurantes de luxo, a Fulda também se pode intrometer no negócio dos carros milionários. Produziu-se apenas uma unidade deste modelo.

2º lugar. Rolls-Royce Sweptail

Custa 11,3 milhões de euros. Calma, nós sabemos fazer contas. Tecnicamente o Rolls-Royce Sweptail é mais caro que o Bugatti La Voiture Noire.

Problema? A Rolls-Royce nunca confirmou oficialmente o valor do seu Sweptail. Além do mais, quem somos nós para duvidar da Bugatti. Onde é que já se viu uma marca de automóveis a mentir… nunca.

RELACIONADO: Genebra. La Voiture Noire é o carro novo mais caro de sempre, diz a Bugatti

Mais artigos em Notícias