Coleção

Conhece Manny Khoshbin, o colecionador de Mercedes-Benz SLR McLaren

Para Manny Khoshbin ter apenas um Mercedes-Benz SLR McLaren não chegava e não parou de comprá-los. Já são cinco os exemplares na sua coleção.

O vídeo que te trazemos hoje é, no fundo, o sonho de qualquer petrolhead. Quantos de nós não gostariam de ter na sua garagem um ou vários superdesportivos? Neste caso, a paixão deste petrolhead focou-se Mercedes-Benz SLR McLaren, que o levou a adquirir não um, mas vários exemplares do superdesportivo.

O seu nome é Manny Khoshbin e está “a viver” esse sonho. No vídeo que te trazemos ele partilha connosco não só a sua coleção de cinco Mercedes-Benz SLR McLaren (apresentando-os um a um) como a sua paixão pelo superdesportivo germânico.

A coleção é composta por três SLR McLaren coupé e dois descapotáveis, sendo que um deles, o branco, é, de acordo com Manny, um exemplar único nos Estados Unidos. Ao longo do vídeo, Manny conta-nos ainda como acabou por comprar dois dos SLR McLaren quando foi levantar o seu McLaren P1 à revisão (infelizmente a nós só nos calham contas quando vamos à oficina).

VÊ TAMBÉM: Mercedes-AMG G63. Vê como acelera até aos 245 km/h
Mercedes-Benz SLR McLaren

O Mercedes-Benz SLR McLaren

Dado a conhecer sob forma de protótipo em 1999 (sim, já foi há 20 anos!) a versão de produção só chegou em 2003. Em relação aos seus dois principais concorrentes (lançados pela mesma altura), Ferrari Enzo e Porsche Carrera GT, o modelo da marca da estrela destacava-se pelo facto de contar com o motor em posição central dianteira em vez de central traseira.

Uma opção que determinou o recurso a um longo capot que viria a tornar-se uma das suas imagens de marca. Ainda relativamente ao seu design destaque para as saídas de escape laterais, as «guelras» no perfil da carroçaria para saída de ar quente do motor e, claro está, as portas de abertura em asa de gaivota e a tomada de ar de admissão do motor na… estrela do capot!

RELACIONADO: O desportivo da Mercedes-Benz que «respirava» pela estrela
Mercedes-Benz SLR McLaren

Debaixo do capot não faltava músculo. Por baixo dele e em posição bastante recuada residia um 5.5 l V8 by AMG, alimentado por um compressor volumétrico, capaz de desenvolver 626 cv. Durante a sua carreira conheceria várias versões e evoluções, culminando no SLR Stirling Moss, um speedster inspirado no 300 SLR com a potência elevada até aos 650 cv.

Apesar de todas estas características o SLR McLaren não foi o que se pode considerar um sucesso de vendas — das 3500 unidades que a Mercedes-Benz tinha previsto vendeu, ao que tudo indica, 2157.

Mas isso não demove Manny Khoshbin de os continuar a colecionar, aproveitando aquilo que o próprio designa como “desvalorização”.

Sabes responder a esta?
Qual era a potência do Mercedes-Benz E 50 AMG (W210)?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lembras-te deste? Mercedes-Benz E 50 AMG (W210)

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos