Arranque a Frio

Como transformar o primeiro Classe C no novo

Neste anúncio norte-americano para o Mercedes-Benz Classe C, a mensagem a passar de evolução constante foi conseguida com uma transformação radical.

O objetivo da Mercedes-Benz por detrás deste anúncio era simples: mostrar como os seus modelos, neste caso o Classe C, estão em constante evolução.

Para o efetuar, a Mercedes-Benz não se limitou a colocar dois Classe C lado a lado e mostrar a evolução.

A marca alemã achou que a melhor forma de exemplificar a evolução constante dos seus modelos era levar um Classe C de primeira geração para a estrada e simplesmente desmontá-lo e… montá-lo novamente, transformando-o na mais recente geração com a ajuda de engenheiros, um camião, muitos jogos de câmara e um helicóptero.

No final, o resultado é um Mercedes-Benz Classe C de quarta geração. Apesar do espetáculo visual, esta transformação só é possível no mundo de Hollywood, senão quantos donos de Mercedes-Benz Classe C da primeira geração não teriam já feito o upgrade?

VÊ TAMBÉM: Toyota Land Cruiser 150 2.8 D4-D (177cv). A história continua

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do Mercedes-Benz G350d?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Mercedes-Benz G350d recebe novo motor Diesel de 6 cilindros em linha

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos