Litígio

Tesla enfrenta processo após acidente fatal na Florida

Um embate seguido de um incêndio está na base do processo. A marca é acusada de instalar uma bateria defeituosa no Tesla Model S envolvido no acidente.

O caso remonta a maio do ano passado quando um Tesla Model S conduzido por Barrett Riley e onde ia Edgar Monserratt Martinez embateu num muro em Fort Lauderdale na Flórida, a 187 km/h. Após o embate, o veículo incendiou-se, sendo que ambos os passageiros não sobreviveram ao acidente.

Agora, um escritório de advogados de Chicago instaurou uma ação contra a Tesla alegando que a marca instalou uma bateria defeituosa no modelo no qual os jovens circulavam tendo sido essa a razão pela qual o carro se incendiou após o embate.

A Tesla está ainda a ser acusada de ter retirado, sem a autorização dos pais de Barrett Riley, um limitador que tinha sido instalado cerca de dois meses antes do acidente para evitar que o Model S ultrapassasse as 85 mph (cerca de 137 km/h).

VÊ TAMBÉM: Estes Tesla são devoradores de quilómetros
Tesla Model S
Dois meses antes do acidente, os pais de Barret Riley tinham mandado instalar um limitador de velocidade no Tesla Model S de 2014. Entretanto, o mesmo foi retirado numa oficina da marca sem que estes tenham sido informados.

Baterias dos Tesla Model S debaixo de mira

O escritório de advogados, que representa a família de Edgar Monserratt Martinez, alega ainda que a Tesla “não avisou os compradores dos seus modelos da condição perigosa da bateria”. De acordo com a acusação, já terão ocorrido, pelo menos, meia dúzia de casos relatados em todo o mundo de baterias de Tesla Model S que se incendiaram após colisões (ou mesmo quando o carro estava parado) nos últimos cinco anos.

Já no ano passado, o U.S. National Transportation Safety Board (o organismo que investiga os acidentes de viação nos Estados Unidos da América) tinha informado que se encontrava a investigar o acidente.

Entretanto, a Tesla divulgou o seguinte comunicado: “Infelizmente nenhum carro teria suportado um acidente àquela velocidade. O Tesla Speed Limit Mode, que permite aos proprietários limitarem a velocidade e aceleração, foi introduzido como uma atualização no ano passado em memória de Barrett Riley, que faleceu tragicamente no acidente”.

Sabes responder a esta?
Quanto tempo leva o Hyundai Kauai Electric para cumprir os 0 aos 100 km/h?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Testámos o Hyundai Kauai Electric. Carga máxima!

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos