Desporto Automóvel

Fernando Alonso conquista as 24 Horas de Daytona

Numa prova encurtada devido à chuva intensa que se abateu sobre o circuito, Fernando Alonso acrescentou mais um título ao seu longo palmarés.

Depois de se ter sagrado campeão do mundo de Fórmula 1 (por duas vezes), de ter conquistado as 24 Horas de Le Mans e de quase ter vencido as 500 Milhas de Indianápolis, Fernando Alonso juntou mais um troféu à sua coleção: as 24 Horas de Daytona.

Numa prova marcada pela chuva intensa, a vitória de Fernando Alonso e da sua equipa, a Wayne Taylor Racing, surgiu antes do previsto. Quando faltavam cerca de 1 hora e 57 minutos para cumprir as 24 horas de corrida a direção de prova viu-se obrigada a interromper a corrida devido à forte chuva que se fazia sentir.

No momento da interrupção da prova, Fernando Alonso liderava a corrida aos comandos de um Cadillac DPi, tendo ultrapassado pouco tempo antes o também ex-piloto de Fórmula 1, Felipe Nasr.

VÊ TAMBÉM: «Teste de stress» aos travões de um Fórmula 1

Posto isto, depois de mais de uma hora de espera pela decisão da direção de prova veio a confirmação: a prova não iria ser retomada e por isso, Fernando Alonso, Renger van der Zande, Kamui Kobayashi e Jordan Taylor sagraram-se vencedores da edição deste ano da prova de resistência.

Fernando Alonso equipa 24 horas de Daytona

Portugueses com desempenho modesto

Com esta vitória, a equipa de Fernando Alonso sucedeu à dos portugueses João Barbosa e Filipe Albuquerque que haviam vencido no ano passado. Já nesta edição da prova, a dupla nacional viu-se “assombrada” com problemas técnicos. Ainda na qualificação, problemas nos travões do Cadillac DPi levaram a equipa a arrancar do 46.º e último lugar da grelha.

Já durante a prova, problemas com o sistema de iluminação forçaram o Cadillac DPi da Action Express Racing, com o qual corriam João Barbosa e Filipe Albuquerque, a algumas paragens nas boxes que os relegaram para a nona posição, a 20 voltas do vencedor. Já Pedro Lamy, o outro português em prova, ficou no 22º lugar aos comandos de um Ferrari da categoria GTD.

É lamentável que não tenhamos completado a distância da corrida, mas nós estávamos na frente à noite, no dia, com a pista seca ou molhada, então eu acho que merecemos de uma certa maneira.

Fernando Alonso

Com esta vitória, Fernando Alonso juntou-se a Phil Hill (1964) e Mario Andretti (1972) no restrito grupo de campeões do mundo de Fórmula 1 que conquistaram as 24 Horas de Daytona. Agora, o objetivo do espanhol deve passar pela conquista das 500 Milhas de Indianápolis e daquela a que chamam a “Coroa Tripla do Automobilismo”: a vitória nas 24 Horas de Le Mans, no Grande Prémio do Mónaco e na prova norte-americana, algo que, até hoje, só o britânico Graham Hill conseguiu fazer.

Sabes responder a esta?
Qual é a velocidade máxima do McLaren 600LT Spider?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

McLaren 600LT Spider. De cabelos ao vento a 324 km/h

Mais artigos em Notícias