Indústria

Ford e Volkswagen. Possível fusão no horizonte?

A Ford já desmentiu oficialmente, mas temos de recordar o velho ditado: "onde há fumo…" Quais as probabilidades de uma fusão entre as gigantes Ford e Volkswagen?

Em junho passado, Ford e Volkswagen assinaram um memorando de entendimento para uma parceria estratégica focada no desenvolvimento de veículos comerciais. Primeiro, nada de anormal aqui. Grupos empresariais ou fabricantes estão constantemente a celebrar parcerias entre si, seja para o desenvolvimento de novos produtos, serviços ou tecnologias.

E esta não é a primeira parceria entre as duas gigantes — AutoEuropa, alguém…? Mas no documento publicado surgem pistas de que poderá ser o início de algo mais. Como refere o memorando, ambas as empresas estão a explorar projetos em várias áreas — não apenas nos veículos comerciais —, assim como pretendem “melhor servir as necessidades em evolução dos clientes”.

Os “sensores” dos analistas da indústria entraram em sobrecarga com este anúncio. De acordo com o The Detroit Bureau, que avançou com a possibilidade de até uma fusão entre as duas empresas, Ford e Volkswagen, tal deve-se ao momento dos acontecimentos.

VÊ TAMBÉM: Volkswagen T-Roc 1.6 TDI já disponível. Estes são os preços
Ford F-150
Ford F-150, 2018

Astros alinhados?

Se por um lado a Ford parece carecer de um caminho claro para o futuro, revelando muitas intenções, mas poucas medidas práticas — tanto ao nível da eletrificação, condução autónoma e até serviços de mobilidade e conectividade —, a Volkswagen, por outro lado, não só tem esse futuro bastante melhor delineado, como teria na Ford uma presença sólida no mercado norte-americano que tanto procura — uma posição que ficou mais difícil de alcançar pós-Dieselgate —, ao passar a ter acesso à muito lucrativa F-150, futura Ranger e  outros populares SUV.

Ou seja, não seria muito diferente das conversações efetuadas no passado com a FCA, já que daria acesso à cada vez mais forte Ram e à cada vez mais global Jeep. Além disso, o percurso descendente do valor das ações da Ford nos últimos tempos, poderia ser a oportunidade perfeita para a Volkswagen agregá-la por um valor mais em conta.

Volkswagen I.D. Buzz

A Ford, além disso, está a ter dificuldades em vários palcos mundiais, como na Europa, América Latina e China, precisamente onde a Volkswagen é forte. Na Europa em particular, dificuldades acrescidas com o Brexit, já que o Reino Unido é o seu principal mercado neste continente, país onde também possui unidades de produção.

O desmentido

A Ford, no entanto, já desmentiu tais rumores. Em declarações ao Motor1, um representante da Ford declarou que “Tanto a Volkswagen como a Ford foram muito claros: qualquer aliança estratégica não envolveria acordos de participação, incluindo troca de participações [no capital de ambos]”.

Existem entraves bem reais à concretização desta oportunidade — a potencial recusa da família Ford, que ainda detém enorme poder de decisão dentro da empresa; assim como as diferenças culturais entre estas empresas situadas nos dois lados do Atlântico — uma das razões para a separação da DaimlerChrysler, por exemplo.

No entanto, o estreitar de relacionamento entre a Ford e Volkswagen poderá não passar mais do que cooperação em alguns projetos, como refere o memorando de entendimento, tal como já aconteceu no passado com os MPV de Palmela. E caso o relacionamento seja aprofundado, a fusão pode ser um cenário colocado de parte (para já) e seguirem um modelo semelhante ao que iniciou a aliança entre a Renault e a Nissan.

Sabes responder a esta?
Qual a produção inicial anunciada para o Ford GT?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

1000 Ford GT não são suficientes. Vêm mais a caminho

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos