Iluminação

Porque é que as luzes traseiras nos automóveis são vermelhas?

Já alguma vez te perguntaste do porquê de as luzes traseiras nos automóveis serem vermelhas? Fica a conhecer as razões dessa escolha.

Basta olhar à nossa volta, todos os carros, sejam novos, velhos, com luzes LED ou de halogéneo partilham uma coisa em comum no esquema de iluminação: a cor das luzes traseiras. Muita coisa tem mudado no mundo automóvel mas as luzes que vemos quando vamos atrás de outro carro foram e continuam a ser vermelhas, agora resta saber porquê.

Ao contrário de outras “normas” de luzes mais recentes, a que define a cor vermelha para as luzes traseiras é bastante antiga. Apesar de os primeiros carros só possuírem luzes à frente (lamparinas ou velas para iluminar o caminho) depressa se tornou óbvio que quantos mais houvessem nas estradas mais necessário ia ser arranjar forma de “comunicarem” entre si e isso levou ao surgimento das luzes na traseira dos carros.

Mas onde é que foram buscar essa ideia e porquê que têm de ser vermelhas? Que mal fez o azul? Ou o roxo?

VÊ TAMBÉM: Outono, a estação preferida dos petrolheads

Os comboios mostraram o caminho

Os automóveis eram uma novidade absoluta, pelo que a “inspiração” para a sua sinalização exterior veio dos comboios, que no século XIX eram a grande novidade em termos de transportes motorizados. O carro só surgiria no final desse século e só se tornaria verdadeiramente popular durante a primeira metade do séc. XX.

Como sabes os comboios precisam de um nível de organização elevado para circularem e essa organização consegue-se através de sinalização. Por isso, desde cedo se começaram a usar lanternas e luzes para comunicar entre comboios (não te esqueças que naquela altura não havia telemóveis nem walkie-talkies).

Daí até aos sistemas de comunicação usados nas linhas de comboio passarem para as estradas foi um instante. A primeira herança foi o esquemas de luzes usado para indicar a ordem de parar/avançar, com o esquema dos semáforos (verde e vermelho) a ter origem no mundo ferroviário. A segunda herança é a adoção de uma regra que acabou por levar as luzes vermelhas até à traseira de todos os carros.

A regra era simples: todos os comboios tinham de possuir uma luz vermelha no fim da última carruagem para mostrar onde esta terminava. Quando o mundo automóvel procurou inspiração para arranjar forma de um carro “comunicar” com o que vem atrás de si não teve de procurar muito, bastou lembrar-se dessa regra e aplicá-la. Afinal de contas se funcionava para os comboios porquê que não haveria de funcionar para os carros?

Porquê o vermelho?

Agora que já percebeste de onde veio a ideia de usar uma luz na traseira dos carros para “comunicar” com os veículos que circulam à retaguarda, de certeza que te estás a perguntar: mas porquê que essa luz é vermelha? Podem ter sido várias as razões para essa escolha.

Se no mundo dos comboios faz sentido que tenha sido essa a cor adotada, afinal de contas as empresas ferroviárias já tinham encomendado imensas luzes vermelhas para a sinalização das linhas. Porque é que não haveriam de as aplicar nos comboios? Contenção de custos no seu melhor. No mundo dos automóveis só podemos especular, mas há duas possíveis hipóteses que saltam à vista.

A primeira está ligada à associação que fazemos entre a cor vermelha e a ordem de parar, algo que, obviamente, queremos passar a quem vem atrás de nós quando temos de abrandar. A segunda está relacionada com a associação entre a cor vermelha e a noção de perigo, e convenhamos, bater na traseira de um carro é algo perigoso.

VÊ TAMBÉM: Os motores Diesel fazem mais barulho que os motores a gasolina. Porquê?

Seja por que razão for, os automóveis acabaram por adotar essa solução. A início eram umas luzes solitárias, sempre ligadas, na traseira dos primeiros automóveis para assinalar a sua presença na estrada. Com a evolução da tecnologia surgiram as luzes de STOP (que se acendem só quando se trava) até que a partir dos anos 30 do século passado se tornou norma os carros possuírem luzes dos dois lados da traseira, assumindo as mais diversas formas imaginadas pelos estilistas e designers.

Sabes responder a esta?
Qual a potência do 1.5 l a gasolina do novo Suzuki Jimny?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O pequeno samurai chega à Europa. Este é o novo Suzuki Jimny

Mais artigos em Autopédia

Os mais vistos