Antevisão

Futuro Alfa Romeo 8C será na realidade um… 6C?!

O futuro Alfa Romeo 8C será um superdesportivo híbrido, prometendo prestações "à Ferrari". Mas o nome aparenta ser… "enganador".

Quando conhecemos os planos da Alfa Romeo para os próximos quatro anos, dois modelos destacaram-se — não, não foram o par de SUV anunciados. Referimo-nos, obviamente, ao novo coupé de quatro lugares, denominado GTV, derivado do Giulia; e ao novo supercarro, simplesmente denominado 8C.

Marca também o retorno da designação 8C, e logo associada a um superdesportivo.

Especificações de “babar”

Uma monocoque em fibra de carbono, com motor de combustão em posição central traseira — tal e qual o 4C —, o qual será auxiliado por um eixo dianteiro eletrificado — será, portanto, um híbrido —, com os primeiros números avançados pela marca a indicarem uma potência a norte dos 700 cv e menos de três segundos para atingir os 100 km/hprometedor, sem dúvida…

Alfa Romeo 8C

Surgem agora novas indicações sobre esta máquina, cortesia da Car Magazine, que avança com o ano de 2021, como aquele em que o conheceremos.

E talvez o dado mais relevante avançado, refere-se ao motor de combustão interna a ser usado pelo novo Alfa Romeo 8C, o 2.9 V6 Twin Turbo, o mesmo que já podemos encontrar no Giulia e Stelvio Quadrifoglio.

Subscreve o nosso canal de Youtube.

V6?! Mas o nome não é 8C?

Para aqueles que desconhecem, a denominação 8C significa “oito cilindros”, como 4C refere-se diretamente aos quatro cilindros do 1.75 l turbo que equipa o desportivo italiano. A nomenclatura 8C não é nova e tem peso histórico na Alfa Romeo.

Surgiu originalmente, na década de 30, associada a uma série de modelos com oito cilindros… em linha (!). Havia 8C para “todos os gostos”, fossem modelos de luxo, desportivos ou mesmo carros de competição. Eram o pináculo da marca, e seriam os equivalentes, nos dias de hoje, aos superdesportivos e alguns coupés de luxo que habitam a estratosfera do planeta automóvel.

Mas talvez reconheçam mais rapidamente a denominação quando associada ao belíssimo 8C Competizione — coupé e roadster —, com ambições desportivas, equipado com o audível 4.2 V8 do Maserati Coupé.

Alfa Romeo 8C Competizzione

Ou seja, até agora a nomenclatura sempre fez jus ao seu significado. Mas parece que não será mais assim, a confirmar-se o uso do V6. Não deveria chamar-se, por isso, de 6C? — e queixávamos-nos das denominações nos premium alemães, que já não têm relação direta com as motorizações instaladas…

Denominações à parte…

… a coisa promete. O eixo dianteiro eletrificado do futuro Alfa Romeo 8C, ao que tudo indica, será herdado do (também) futuro Maserati Alfieri, que contemplará uma variante 100% elétrica. A Car Magazine indica um motor elétrico com 150 kW de potência, o equivalente a 204 cv, a que se somam o previsto aumento de cavalos do V6 para algo a rondar os 600 cv, o que dará a tal potência máxima combinada a norte dos 700 cv.

Com um eixo dianteiro motriz também significa tração integral e a inclusão de vetorização do binário, para uma dinâmica mais eficaz — uma configuração algo similar à que podemos encontrar no Honda NSX.

Por fim, a publicação britânica refere que o 8C será de produção limitada, avançando com não mais do que 1000 unidades a serem produzidas.

Sabes responder a esta?
Com que modelo o Fiat 500X partilha base e motorizações?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Fiat 500X. Renovação traz novos motores a gasolina

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos