Fiscalidade Automóvel

Comprar carro novo poderá ficar mais caro

A partir de 1 de setembro entra em vigor uma nova forma de cálculo das emissões de CO2 (WLTP – Worldwide Harmonized Light Vehicles Test Procedure).

WLTP. A partir de 1 de setembro entra em vigor uma nova forma de cálculo das emissões de CO2 (WLTP – Worldwide Harmonized Light Vehicles Test Procedure). A mesma poderá aumentar o valor dos impostos associados aos automóveis e, consequentemente, o influenciar o preço final dos mesmos.

Quer isto dizer que, com esta nova forma de cálculo que se espera seja mais exata, as emissões de CO2 medidas e declaradas serão expectavelmente superiores. Consequentemente, o ISV e o IUC irão aumentar, porque consideram aquela variável no cálculo do imposto a pagar.

Para que entendas como esta nova norma de emissões poderá afetar a aquisição do teu automóvel, preparámos um exemplo prático.

O carro novo do Alexandre

O Alexandre pretende comprar hoje um automóvel ligeiro de passageiros. Esta aquisição está sujeita ao imposto sobre veículos (ISV), que é devido uma única vez, aquando do registo da matrícula nacional. Este imposto é baseado na cilindrada do veículo que o Alexandre irá escolher, e nas emissões de CO2 do mesmo.

Até ao final deste mês de agosto o cálculo das emissões de CO2 será feito pelo atual método, que irá indicar um valor de emissões inferior ao medido pelo novo sistema WLTP (em vigor a partir de 1 de setembro).

Após visitar diversos stand de automóveis, Alexandre escolheu finalmente o seu carro novo. Um Razão Automóvel 1.2 Diesel.

Considera então os seguintes dados:

  • Cilindrada: 1199cm3;
  • Emissões de CO2: 119 g/km;
  • Tipo de combustível: Gasóleo:
  • Estado: Novo.

Utilizando o simulador disponibilizado pela AT, o Alexandre iria pagar ISV no valor de 3.032,06 euros.

Admitindo que o Alexandre adia a sua compra para setembro. Com o novo sistema de cálculo, imaginemos que o valor apurado das emissões de CO2 é de 125 g/km. O valor do imposto a pagar, nestas condições, seria de 3.762,58 euros. Significa isto que, pela mera alteração da forma de cálculo, o imposto no momento da compra aumentará 730,52 euros.

Posteriormente, o IUC (imposto único de circulação) do carro do Alexandre, que é devido anualmente pela propriedade do veículo, terá exatamente o mesmo tratamento. Também o valor deste imposto é apurado com base na cilindrada e emissões de CO2. Considerando que o novo sistema de cálculo de emissões indicará um volume superior das mesmas, naturalmente o IUC anual a pagar pelo Alexandre será superior.

SIMULADOR: Quanto é que pagas de impostos pelo combustível?

Artigo disponível aqui.


Fiscalidade Automóvel. Todos os meses, aqui na Razão Automóvel, há um artigo da UWU Solutions sobre fiscalidade automóvel. As novidades, as mudanças, as principais questões e toda a atualidade em torno desta temática.

UWU Solutions iniciou a sua atividade em Janeiro de 2003, como empresa de prestação de serviços de Contabilidade. Ao longo destes mais de 15 anos de existência têm vindo a registar um crescimento sustentado, alicerçado na elevada qualidade dos serviços prestados e na satisfação dos clientes, o que permitiu desenvolver outras competências nomeadamente nas áreas de Consultoria e de Recursos Humanos numa lógica de Business Process Outsourcing (BPO).

Atualmente, a UWU tem ao seu serviço 16 colaboradores, distribuídos pelos escritórios de Lisboa, Caldas da Rainha, Rio Maior e Antuérpia (Bélgica).

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos