Apresentação

Audi A1. Mais agressivo, mais espaçoso e com apenas cinco portas

Mais agressivo, mais dinâmico, mais conectado com o mundo digital. Eis a segunda geração Audi A1, à venda na Europa a partir do outono de 2018.

Dado a conhecer, pela primeira vez, no já distante ano de 2010, o Audi A1, o citadino premium, continua a ser a porta de entrada na oferta do construtor dos quatro anéis. Cuja segunda geração, agora desvendada, pretende ser “a companhia ideal para um estilo de vida urbano”.

Esteticamente mais agressivo, também como tributo ao icónico Audi Sport Quattro, o novo A1 regista um crescimento substancial no comprimento (+56 mm), para os 4,03 m, mantendo, no entanto, praticamente as mesmas dimensões em termos de largura (1,74 m) e altura (1,41 m).

Marcado por elementos como a grelha frontal Single Frame de maiores dimensões, faróis com nova identidade luminosa — opcionalmente em LED — e um capot mais esculpido, o mesmo acontecendo nas laterais, onde também passam a figurar jantes com dimensões entre as 15 e as 18″, o novo citadino passa a dispor, igualmente, de maiores soluções de personalização. Entre as quais o kit S Line — sinónimo de entradas de ar frontais maiores, saias laterais e um spoiler traseiro mais imponente — e a possibilidade de optar por pinturas exteriores bicolores.

Interior melhorado e com Audi Virtual Cockpit

Já no interior do habitáculo, uma evolução da qualidade geral, conjugada com novo design, sublinhado por opções como o painel de instrumentos digital de 10,25”, um volante multifunções e duas saídas de ar, integradas num nicho a toda a largura do espaço no tablier à frente ao passageiro.

Disponível com três linhas de equipamento — Basic, Advanced e S Line —, cada uma delas com uma decoração de tablier e pegas das portas própria.

Suportado pela mesma plataforma MQB A0 que serve de base também ao Volkswagen Polo e ao SEAT Ibiza, o novo A1 oferece ainda mais espaço interior e capacidade de carga na bagageira, a qual passa a anunciar 335 l, ou 1090 l, com as costas dos bancos traseiros rebatidas.

Como opção, os bancos dianteiros desportivos que também podem ser aquecidos, luz ambiente configurável — 30 cores à escolha —, sistema MMI com ecrã tátil de 8,8”, MMI Navigation Plus com ecrã de 10,1” e o pack Conectividade, sinónimo de Android Auto e Apple CarPlay, além de portas USB. Sendo que os clientes podem escolher ainda entre dois sistemas áudio: o Audi Audio System com oito colunas, ou então, o sistema premium Bang & Olufsen com 11 colunas.

Para começar, motores de três e quatro cilindros turbo

Debaixo do capot, a possibilidade de contar, desde o primeiro instante, com motores turbo TFSI de três e quatro cilindros, entre os quais, o já conhecido tricilíndrico de 1.0 l, a par dos quatro cilindros de 1.5 e 2.0 l. Embora sem entrar em detalhes, a Audi também revela, em comunicado, que as potências irão dos 95 aos 200 cv de potência.

DESIGN: Este é o novo e mais “agressivo” Audi A1

Para já conhecemos apenas motorizações a gasolina, ficando por saber se o novo Audi A1 receberá ou não motorizações Diesel.

Em termos de transmissões, a grande maioria das motorizações serão propostas tanto com caixa manual, como com transmissão automática de dupla embraiagem e sete velocidades, sendo que, uma das poucas exceções, será o 40 TFSI, disponível apenas e só com caixa S tronic de seis relações.

No capítulo das suspensões, a possibilidade de escolher entre três soluções, duas das quais mais desportivas, uma delas com amortecedores ajustáveis. Com o utilitário alemão a poder equipar ainda um pacote Performance, garantia, entre outros aspetos, de um sistema de travagem com discos maiores, com 312 mm à frente e 272 mm nas rodas de trás.

Segurança em destaque

Igualmente em destaque, os sistemas de segurança e de assistência à condução, os quais incluem o aviso de transposição involuntária da faixa de rodagem, que utiliza uma câmara para detetar as linhas no piso.

Também presentes, o limitador de velocidade, Cruise Control Adaptativo, Assistência ao Estacionamento e Pre Sense dianteiro — sistema que, utilizando um sensor de radar, consegue detetar potenciais perigos e avisar o condutor da colisão iminente. Caso este nada faça, o próprio sistema aciona os travões, evitando, ou pelo menos mitigando, o impacto.

Chega no outono

Disponível para encomenda já a partir deste verão, o novo Audi A1, que nesta nova geração apenas terá carroçarias de cinco portas, mantendo a denominação Sportback, deverá chegar aos concessionários europeus já no próximo outono, com preços, na Alemanha, a começar abaixo dos 20 mil euros.

Resta saber os valores em Portugal…

Sabes responder a esta?
Qual a potência anunciada para o novo Rimac C_Two?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Aposta elétrica. Porsche adquire 10% da Rimac Automobili

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos