Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Ford Mach 1 é um novo crossover elétrico de inspiração… Mustang

A Ford passa por um período de mudanças drásticas. Ficámos a saber que irá acabar com as berlinas nos EUA, e o seu lugar será tomado por vários crossover, onde se inclui o Ford Mach 1, um crossover 100% elétrico.

Recentemente, a Ford gerou muitas manchetes, após tomar a decisão — radical, mas não inédita na indústria — de eliminar, até ao final da década, praticamente todos os seus automóveis convencionais nos EUA. Excetuando o Mustang e a variante Active do novo Focus, tudo o resto desaparecerá, ficando apenas os crossover, SUV e pick-up no portfólio da marca nos EUA.

Na Europa, as medidas não serão tão radicais. O Ford Fiesta e o novo Focus conheceram novas gerações recentemente, pelo que não desaparecerão de um momento para o outro. Já o Ford Mondeo — nos EUA é chamado de Fusion, e é um dos modelos a ser eliminados —, produzido na Espanha e Rússia, deverá manter-se em catálogo ainda mais uns anos.

O fim de todos estes modelos nos EUA significa uma perda substancial de volume de vendas — mas não de lucros —, pelo que, como seria de esperar, um plano está em marcha para outros tomarem o seu lugar e, previsivelmente, a escolha recairá sobre mais crossover e SUV.

Ford Mondeo
O Ford Mondeo, Fusion nos EUA, é uma das berlinas que sairá dos catálogos da marca nos EUA até ao final da década.

O Ford Mach 1

O primeiro já está confirmado e até já tem nome: Ford Mach 1. Este crossover — nome de código CX430 — destaca-se, primeiro, por ser 100% elétrico; segundo, por recorrer à plataforma C2, estreada no novo Focus; e por fim, pela inspiração Mustang.

Ford Mustang Bullit
Ford Mustang Bullit
Mach 1, o original
Mach 1 foi a designação originalmente usada para identificar um dos vários "performance package" do Ford Mustang, que focava na performance e estilo. O primeiro Mustang Mach 1 foi lançado em 1968, com vários V8 à escolha, com potências entre os 253 e os 340 cv. A denominação manter-se-ia até 1978, já com o esquecido Mustang II, e seria recuperada novamente em 2003, com a quarta geração do Mustang. Não deixa de ser intrigante a escolha desta designação — que identifica a velocidade do som, ou 1235 km/h — para um crossover elétrico.

Ou seja, o seu aspeto será fortemente inspirado pelo “pony-car” — até o seu nome, Mach 1, o deixa assim entender. Mas ao partilhar a base com o Focus, esperem um crossover de tração dianteira — nada de ação nas rodas traseiras, como o Mustang oferece.

Especificações sobre baterias ou autonomia não foram divulgadas, pelo que teremos de aguardar.

O Ford Mach 1 será um modelo global, pelo que estará disponível não só nos EUA, como por cá na Europa, com apresentação prevista já para 2019. É o primeiro de vários crossover que estarão nos planos da marca — mais próximos dos automóveis convencionais do que puros SUV — e que tomarão o lugar das berlinas de dois e três volumes.

De momento não se sabe se todos serão modelos globais, como o Mach 1, ou se terão como destino mercados específicos, como o norte-americano.

A decisão de eliminar as berlinas de dois e três volumes do mercado norte-americano justifica-se pelas vendas decrescentes e fraca rentabilidade destes produtos. Os crossover e SUV são bastante mais apetecíveis: os preços de aquisição mais elevados garantem margens superiores ao fabricante, e os volumes continuam a crescer.

RELACIONADO: Ford acaba com o Fusion nos EUA. Será também o fim do Mondeo?

Foi uma decisão difícil, mas necessária, com Jim Hackett, o novo CEO da Ford, a anunciá-la durante a conferência financeira do grupo nos EUA:

Estamos comprometidos em tomar as medidas apropriadas para impulsionar um crescimento rentável e maximizar o retorno do nosso negócio a longo prazo.

RELACIONADO: Ford Mustang 2.3 Ecoboost. É preciso ser perfeito?

 

Sabe responder a esta?
Que motor equipa o novo Ford Fiesta ST, com 200 cv?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Ford Fiesta ST. O novo rei dos hot hatch compactos?

Mais artigos em Notícias