Vídeo

BMW M5 e Mercedes-AMG E63 S. São capazes de “andar de lado”?

Conhecidos pela sua capacidade de "andar de lado", será que os mais recentes BMW M5 e Mercedes-AMG E63 S, agora com tração às quatro rodas de série, ainda o conseguem fazer?

A resposta é um redondo sim, como o cars.co.za descobriu. As duas mais recentes gerações destas grandes berlinas executivas passam a vir, exclusivamente, com tração integral — culpe-se a escalada de potência ininterrupta a que assistimos ao longo das últimas duas décadas. Mas a tração às quatro rodas não afetou a sua capacidade de “andar de lado”.

Como referem no vídeo, os alemães até têm sentido de humor e tanto o BMW M5, como o Mercedes-AMG E63 S, vêm munidos de um modo 2WD, que desconecta o eixo dianteiro das suas funções motrizes — que é como quem diz, podemos massacrar apenas e só os pobres coitados dos pneus traseiros.

Com 1955 kg, diretamente de Affalterbach, o E63 S vem com possante 4.0 V8 biturbo, 612 cv e generosos 850 Nm. Com 1930 kg, de Munique, o BMW M5 responde com um maior 4.4 V8 biturbo, capaz de debitar 600 cv, mas “apenas” com 750 Nm.

Ambos pesados e de generosas dimensões, demonstram que, quando se tem tanta força à distância de um calcar do acelerador, fazer drift ou andar de lado não parece nada do outro mundo.

RELACIONADO: Já sabemos o que a BMW estava a tentar fazer.

No entanto, como podemos observar no vídeo, a tarefa pareceu mais simples no Mercedes-AMG do que no BMW. A primeira tentativa no M5, devido ao piso mais molhado, foi atraiçoada por uma frente que cedeu primeiro que a traseira, mas a segunda tentativa foi bem mais sucedida. E ambas com resultados espetaculares…

Sabes responder a esta?
Quantos cavalos mais tem o novo M5 Competition em relação ao M5?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Novo BMW M5 Competition apresentado com 625 cv e nova estratégia comercial

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos