Antevisão

Land Rover ataca segmentos mais baixos com sucessor do Freelander

A Land Rover está a preparar uma nova ofensiva de modelos, desta feita, apontada aos segmentos mais baixos. Sendo que, dos novos modelos, fará parte o herdeiro do Freelander original.

A notícia é avançada pela britânica Autocar, acrescentando que, do lote de novos modelos, fará parte o já há muito anunciado Range Rover Coupé, a variante pick-up do novo Defender e uma versão mais estradista do Range Rover. Tudo com o objetivo de aumentar as vendas da Land Rover e elevar os lucros a um novo patamar.

Mas o destaque, a procurar contribuir para a realização destes objetivos, surge na aposta declarada em segmentos até aqui esquecidos pela marca britânica de veículos todo-o-terreno, nomeadamente, através da recuperação do modelo Freelander — proposta que, lançada no mercado em 1997, rapidamente se tornou um best-seller na Europa.

Contudo, a ofensiva passa por modelos ainda mais pequenos que o Freelander Mk1, o primeiro dos quais deverá chegar em 2021, com um comprimento a rondar os 4,2 metros. Embora, neste momento, ainda se debata, no seio da marca, em qual dos seguintes três eixos se inserirá: Lazer (eixo em que a referência é o Discovery Sport), Luxo (Range Rover) ou Funcionalidade (o próximo Defender). Embora a companhia esteja a pensar criar um pequeno SUV para as três áreas, acrescenta a mesma fonte.

Land Rover Freelander
Já descontinuado, o Land Rover Freelander deverá regressar, para atacar os segmentos mais baixos

Os novos modelos de entrada na gama Land Rover procurarão competir com propostas como o Audi Q2, o Jeep Renegade ou o Mini Countryman, sendo que a marca britânica procurará imitar, com o seu modelo, a prestação comercial conseguida, por exemplo, pela Audi, com o Q2. O qual já é o SUV mais vendido na oferta da marca dos quatro anéis, na Europa, tendo mesmo suplantado o Q5.

RELACIONADO: Testámos o Land Rover Defender Works V8

Por outro lado, a Land Rover também procura tratar este tema com todo o cuidado, até para que o futuro modelo não venha a canibalizar as vendas do Evoque. Motivo pelo qual a preferência dos principais responsáveis da marca vai para o lançamento de um pequeno Defender (eixo Funcional), alargando a família Defender.

O próximo Defender deverá contar com uma família alargada… e de dimensões mais pequenas

Independentemente da escolha final, todas serão concebidas a partir da mesma plataforma, com o nome de código D10. Basicamente, trata-se de uma versão mais curta, com novas soluções técnicas e, principalmente, mais barata, da arquitectura D8, que serve de base ao Discovery Sport, Range Rover Evoque e Jaguar E-Pace.

Quanto à construção dos novos Land Rover, deverá ser entregue à nova fábrica da marca britânica, erigida na Eslováquia. Onde, aliás, passará a ser construído, já a partir do final deste ano, o Discovery.

Sabes responder a esta?
Qual a potência anunciada para o Polestar 1 híbrido?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Polestar 1 em testes dinâmicos no círculo polar ártico

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos