Carro do Ano

Citroën AX. Vencedor do Carro do Ano 1988 em Portugal

O Citroën AX foi apresentado no Salão de Paris em 1986. Dois anos depois o pequeno utilitário chegou ao nosso país e venceu o Carro do Ano 1988 em Portugal.

Foi durante uma crise petrolífera que o Citroën AX foi desenvolvido e chegou ao mercado, fazendo refletir isso mesmo no seu peso e na preocupação com a economia de combustível. Chegou para substituir o Citroën Visa, assumindo o papel de modelo de acesso à gama da Citroën.

ESPECIAL CARRO DO ANO: Conhece todos os vencedores do Carro do Ano em Portugal desde 1985

Inicialmente estava disponível apenas em versões de três portas e com três motorizações a gasolina. Mais tarde surgem as versões Sport, cinco portas, e até 4×4 Piste Rouge.

Uma das suas particularidades eram os porta garrafas de 1,5 litros nas portas da frente. Para além disso, não esquecemos o volante de apenas um braço na primeira versão, mais tarde com três braços, e o interior simples e espartano.

Desde 2016 que a Razão Automóvel integra o painel de jurados do Carro do Ano

Os bons consumos eram possíveis através de uma boa aerodinâmica (Cx de 0,31) e um reduzido peso (640 kg). Os motores também ajudavam, principalmente a versão 1.0 (mais tarde apelidada de Ten) que com pouco mais de 50 cv de potência dava bastante ânimo à carroçaria. Aqui na Razão Automóvel é um modelo que deixa saudades… os motivos estão aqui.

citroen ax

Continuando a falar de versões. Ao longo da sua produção, entre 1986 e 1998, o Citroën AX conheceu muitas versões, que incluíram motorizações Diesel e versões comerciais de dois lugares.

Para além destas destacamos o Citroën AX Sport, e o Citroën AX GTi. O primeiro tinha coletores mais curtos para ganhar espaço no compartimento do motor, jantes especiais e spoiler traseiro. Contava com um bloco 1.3 litros e 85 cv — era rapidíssimo apesar da potência. O segundo, tinha um motor 1.4 litros e atingia os 100 cv de potência com um aspeto igualmente desportivo mas menos simplista. O interior espartano também conhecia na versão GTi acabamentos de melhor qualidade e bancos em pele (na versão Exclusive).

Simplicidade, soluções práticas, economia de utilização e engenharia simples porém eficaz, foram alguns dos argumentos que valeram ao Citroën AX o prémio de Carro do Ano 1988. Este ano o vencedor foi o SEAT Ibiza.

ESPECIAL CARRO DO ANO: Conhece todos os vencedores do Carro do Ano em Portugal desde 1985

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos