Antevisão

SEAT. Lucros recorde e promessa de duas novidades por ano até 2020

Na apresentação dos seus resultados financeiros, a SEAT anunciou também uma ofensiva de produtos, ao ritmo de duas novidades por ano, até 2020.

O ano de 2017 foi um de recordes para a SEAT. A marca espanhola apresentou lucros de 281 milhões de euros (pós-impostos), mais 21,3% face a 2016, o volume de negócios alcançou o valor recorde de 9552 milhões de euros (+11,1% relativo a 2016) e entregou 468 400 carros, o número mais elevado desde 2001. Números que colocam a marca como uma das que mais cresce no mercado europeu.

2017 foi novamente um ano recorde para a SEAT. Os resultados de 2017 são consequência do rendimento equilibrado de todos os modelos. Hoje, temos uma das gamas mais jovens do mercado, em média, com pouco mais de três anos, e que cobre todos os segmentos significativos na Europa com produtos referenciais. (…) em poucos anos, convertemos a SEAT numa marca relevante para uma ampla maioria dos clientes europeus.

Luca de Meo, Presidente da SEAT

A divulgação dos resultados anuais da marca permitiu-nos também ficar a saber de que é a principal empresa industrial exportadora de Espanha, tendo representado cerca de 3% do total das exportações do país.

Os bons resultados também permitiram bonificar os seus empregados em 700 euros, um valor quase 50% superior ao do ano passado.
SEAT Arona 2018

Dois modelos novos por ano

A SEAT está mais consolidada, pelo que o objetivo passa, agora, por crescer. Para tal, a marca prepara uma ofensiva de modelos, ao ritmo de duas novidades por ano até 2020. As primeiras duas surgem ainda este ano.

A primeira vimo-la em primeira mão no Salão de Genebra, e tem um significado especial, ao ser o primeiro modelo da recém estreada marca CUPRA. O CUPRA Ateca é a versão mais desportiva do SUV espanhol, com 300 cv de potência.

O segundo é o já anunciado SUV maior que o Ateca, o SEAT Tarraco, e promete capacidade até sete lugares.

Elétrico em 2020

Em 2019, a novidade principal chama-se SEAT Leon, que conhecerá uma nova geração, e estará disponível em duas carroçarias: berlina de cinco portas e a carrinha, denominada ST. Em 2020, será adicionada à gama uma variante híbrida plug-in, que terá uma autonomia elétrica de pelo menos 50 km.

SEAT Leon ST CUPRA 300

Mantendo a tónica na eletrificação, e também em 2020 será conhecido o primeiro veículo 100% elétrico da SEAT, baseado na plataforma MEB (plataforma dedicada do grupo Volkswagen para veículos elétricos), com a marca a prometer uma autonomia de 500 km. A SEAT promete um preço competitivo, sistemas avançados de infoentretenimento e conectividade e, pelo menos, nível 2 de capacidade na condução autónoma.

Por fim, ainda em 2020, conheceremos o primeiro CUV (Crossover Utility Vehicle) da SEAT — Arona, Ateca e Tarraco são considerados pela marca como SUV (Sport Utility Vehicle).

 

Sabes responder a esta?
Qual é o carro vencedor do Troféu Essilor Carro do Ano/Volante de Cristal em 2018?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

SEAT Ibiza é o vencedor do Carro do Ano 2018 em Portugal

Mais artigos em Notícias