Exclusivo Razão Automóvel

Conduzimos o carro mais antigo do Mundial de Ralis (Parte 2)

Na primeira parte deste ESPECIAL RAZÃO AUTOMÓVEL conduzimos o Volvo S60 recce da M-Sport. A segunda parte devia ser sobre a reforma deste modelo... mas houve um «twist» na história.

Em EXPONOR, Rally de Portugal

Ao serviço da M-Sport desde 2001, a frota composta pelos Volvo S60 2.5 T AWD tem o seu fim anunciado desde 2016. Mas… é a partir de aqui que a nossa história muda.

A verdade é que já passaram dois anos e os Volvo S60 continuam a somar quilómetros no Mundial de Ralis, contrariando todas as expetativas. Confesso que o facto de eles ainda andarem «por aí», estragou-me os planos para a 2ª parte deste ESPECIAL RAZÃO AUTOMÓVEL.

Tinha tudo preparado para escrever sobre uma frota de Ford Focus RS «novinhos em folha». Porém, os factos mudaram. E como mudaram, tivemos de escrever tudo novamente.

volvo s60 recce
A minha reação.

A nossa convicção de que seria a última vez que víamos os S60 recce era tanta, que até tirámos fotografias com os dois modelos juntos, numa espécie de passagem de testemunho. Mas o Volvo S60 recce parece o Valentino Rossi dos ralis: teima em continuar no ativo a mostrar que a idade não é tudo.

Volvo S60 recce e Ford Focus RS
És novo por cá, não és? Tenho umas histórias para te contar.

A história continua…

Alguém disse um dia que “a realidade supera sempre a ficção”, e é verdade.

Se alguém tivesse inventado uma história onde um carro durava quase 20 anos, mesmo sendo sujeito às piores condições, toda a gente se tinha desmanchado a rir e dito “é impossível!”. A realidade mostrou-nos que afinal não é.

Este vídeo tem duas semanas, e foi captado durante o reconhecimento do Rally de Monte Carlo.

Na entrevista que fiz há 7 meses, Andrew Wheatley, Bussiness Development Manager da M-Sport, falou-me não só do passado e do presente dos Volvo S60 recce, mas também do futuro desta frota. Naquela altura o plano estava traçado:

Vamos guardar algumas unidades no museu da M-Sport, e as restantes unidades vamos vender.

 Andrew Wheatley, responsável da M-Sport

Isto foi dito o ano passado. Daí que, após ter publicado a primeira parte deste ESPECIAL RAZÃO AUTOMÓVEL, tenha decidido contactar novamente a M-Sport para saber qual era o ponto de situação sobre a venda dos Volvo S60 recce.

Volvo S60 recce
Uma parte da frota destacada para o Rally de Portugal. No total haviam 9 carros.

É que já naquela altura, Andrew Wheatley, tinha um plano traçado para a substituição dos Volvo S60 recce. Os Ford Focus RS seriam os sucessores naturais dos Volvo S60 no seio da equipa.

As duas primeiras unidades do Ford Focus RS recce, representantes da nova geração recce da M-Sport, já estavam inclusivamente no terreno.

Ford Focus RS
Os primeiros de muitos?

E não foi só por uma questão de idade que a M-Sport quis colocar um «ponto final» na carreira dos tanques suecos. Enquanto os Volvo S60 consomem várias semanas de trabalho para assumir a configuração «recce», os Ford Focus RS consomem apenas duas semanas de trabalho, no máximo. Até porque, convenhamos, um Ford Focus RS está mais próximo de um carro de ralis do que um Volvo S60…

Só que na resposta ao meu novo contato com a M-Sport, a responsável de comunicação disse-me aquilo que eu já suspeitava.

Our Volvos are still in use, so I’m afraid that we have no plans to sell them just yet.

Mantivemos a declaração oficial, em inglês, para não se perder nada na tradução — a responsável de comunicação afirma que os Volvos ainda estão a ser usados, por isso, planos para os vender, ainda não existem. Portanto, pelo menos mais uma temporada no Mundial de Ralis já ninguém tira aos Volvo S60 recce. E não apostem contra eles para 2019…

Volvo S60 recce e Focus RS
Aguentas a pedalada?

Queremos comprar um

Desde que nos sentámos ao volante do Volvo S60 recce que pertenceu a Colin McRae, que desejamos ter um S60 recce na garagem da Razão Automóvel. Para quê? Logo veremos… Após quase 20 anos de ralis não devem custar nenhuma fortuna.

Só andava ao fim de semana… e de que maneira!

Ao contrário do mercado de usados em Portugal, que está inflacionado devido à escassez de alguns modelos, no Reino Unido o custo de aquisição dos carros usados é significativamente mais baixo. E o Volvo S60 recce daria um excelente carro de serviço para a nossa redação, não achas?

Nada é eterno…

Nada é eterno à excepção do Tesla Roadster que Elon Musk lançou para o Espaço. Portanto, mais cedo ou mais tarde, os Volvo S60 terão de dar lugar os Ford Focus RS. E também falámos com Andrew Wheatley sobre isso.

Ford Focus RS — O futuro dos recce da M-Sport.
O futuro dos recce da M-Sport.

Tal como acontece com os Volvo, a M-Sport também parece muito satisfeita com o Ford Focus RS.

Em termos dinâmicos não há comparação possível entre os dois modelos, e em termos de fiabilidade, o Focus RS também não têm demonstrado fragilidades dignas de nota (o problema do líquido de refrigeração já foi identificado e assumido integralmente pela marca).

Com 350 cv de potência, o Focus RS não fica a dever muito aos «verdadeiros» WRC.

A base do Ford Focus RS é excelente, e as modificações (ou falta delas) operadas pela M-Sport comprovam isso mesmo. Em termos de motorização não há mudanças, e nos restantes componentes as modificações são mínimas. As suspensões de origem deram lugar a coilovers de ralis mas o sistema de travagem, por exemplo, continua a ser o de série.

Em alguns casos, como é o caso dos ralis em terra, o diâmetro dos discos de travagem até tem de ser reduzido para permitir a utilização de pneus e jantes com especificação «terra». Os discos de origem são demasiado grandes.

Frente a frente

Colocados um ao lado do outro, as diferenças entre o Ford Focus RS e o Volvo S60 são gritantes. O tamanho, o peso, a potência, enfim tudo…

Volvo S60 recce e Ford Focus RS
Um trabalho de fotografia com a assinatura de Thom V. Esveld. O nosso fotógrafo.

Será o novo Ford Focus RS recce, capaz de ter uma carreira tão longa como o Volvo S60? É difícil mas não é impossível. Um dos «segredos» do Volvo S60 é a rigidez do seu chassis. Há 20 anos, a Volvo era das marcas que mais recorria a aço de elevada resistência na construção dos seus carros. Hoje continua a ser assim, mas as restantes marcas seguiram-lhe o (bom) exemplo.

Portanto, não há objetivamente nada no Focus RS que nos faça suspeitar da sua durabilidade. Quanto à mecânica, o motor 2.3 Ecoboost tem um bom historial e oferece uma boa relação custo/performance.

Em termos de transmissão, o diferencial traseiro fornecido pela ZF também tem dado mostras de robustez, mesmo sob as condições mais adversas.

Ford Focus RS — Mais um modelo com o «ferro» da Razão Automóvel.
Mais um modelo com o «ferro» da Razão Automóvel.

Acima de tudo, é uma pergunta à qual só vamos obter resposta com o passar do tempo. É impossível planear a utilização de um carro a 20 anos.

Seja de que forma for, quanto a nós, os discretos e fieis Volvo S60 recce já mereciam uma página no livro de história do Mundial de Ralis. Nós já fizemos a nossa parte…

E algo me diz que a Razão Automóvel ainda vai encontrar estes Volvo S60 recce noutra ocasião. Achas que este especial merece uma 3ª parte? Dizem que não há duas sem três…

Volvo S60 Recce

NOTA: Apesar de ser otimista por natureza, confesso que não esperava que este ESPECIAL RAZÃO AUTOMÓVEL sobre os Volvo S60 recce da M-Sport causasse o impacto que causou. Foram milhares de partilhas, centenas de e-mails e mensagens que nos deixaram ainda mais convictos do caminho que começámos a traçar há mais de 5 anos para a Razão Automóvel.

Quero agradecer-te, em nome de toda a nossa equipa, e dizer-te que o melhor ainda está para vir. Acredita, está mesmo! Estamos a ultimar o lançamento do nosso canal de Youtube (se quiseres subscrever desde já, estás à vontade, mas ainda não temos lá nada…), estamos a melhorar diariamente a nossa plataforma e vamos fazer uma ofensiva de conteúdos sem precedentes na nossa história. Mais testes, mais notícias, mais histórias e… o resto é surpresa.