Não houve vítimas

Alpine A110 reduzido a cinzas nas gravações de Top Gear

É sempre lamentável a perda de um automóvel, mas o que dizer quando se perde uma unidade do primeiro modelo pós ressurreição da marca Alpine, o Alpine A110.

São célebres os acidentes ou situações desastrosas com alguns protagonistas do programa Top Gear. Depois do Zenvo ST1 ter pegado fogo, ou do despiste do Koenigsegg CCX, já foi possível destruir um Rimac Concept One, depois da mudança do programa para o novo canal.

Agora foi a vez do protagonista ser uma unidade de pré-produção do novíssimo Alpine A110, que segundo a imprensa estrangeira já foi até considerado como o novo “anti-Porsche”.

alpine
É lindo, não é?

O episódio ocorreu durante as filmagens do programa, na semana passada, e de acordo com a BBC, Chris Harris e Eddie Jordan estavam a filmar num troço fechado do Rali de Monte Carlo, com quatro caros de rali e um carro desportivo de pré-produção — o A110.

Segundo diz a produção, o Alpine A110 terá acendido uma luz de advertência no painel, acusando que algo estaria fora do normal. Depois disso, o carro pegou fogo, com as primeiras chamas a surgiram da parte de baixo do desportivo.

Felizmente, ambos os ocupantes, Harris e Jordan, conseguiram sair ilesos do carro.

Percebi que precisava de sair do carro quando as chamas me subiram pelo braço depois de abrir a porta. Infelizmente o carro estava perdido, o que me deixou profundamente triste.

Chris Harris

Eddie Jordan, igualmente em baixo com o sucedido, demonstrou ainda o quanto se estavam a divertir com o Alpine A110, lamentando também a situação mas acrescentando ainda que “são coisas que acontecem”.

Infelizmente, não foi possível a extinção do fogo, que consumiu por completo esta unidade de pré-produção do Alpine A110, reduzindo-a praticamente a cinzas.

alpine a110
Foi o que sobrou.

Entretanto, a causa do incêndio está a ser investigada, e tudo indica que surjam mais informações, bem como fotografias ou vídeos.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos