Hot Hatch

Renault Mégane RS. Bastam 5,8s para chegar aos 100 km/h

O lançamento mais longo de sempre? Inúmeros teasers, especificações divulgadas às migalhas, parece nunca acabar. Conheçamos um pouco mais do Renault Mégane RS.

É, talvez, o hot hatch mais antecipado dos últimos tempos, e o seu lançamento tem sido dos mais longos e agonizantes. Apesar de o Renault Mégane RS já ter sido apresentado publicamente no último Salão de Frankfurt, a verdade é que, a informação disponibilizada ainda não é muita.

A concorrência não tem estado parada, e a bitola está mais elevada — a Honda apresentou uma nova geração do Civic Type R e até a Hyundai impressionou com o i30 NConseguirá o Mégane RS recuperar a coroa?

Os primeiros indícios são promissores. Em Frankfurt ficámos a conhecer as primeiras especificações do hot hatch, e hoje a marca do losango avançou com os preços para o mercado francês, disponibilizando mais números relativos à sua máquina.

Renault Megane RS

Opções a dobrar

Do que já sabíamos, o Renault Mégane RS disponibiliza dois níveis de potência, duas transmissões e dois chassis. O novo motor turbo de 1.8 litros — o mesmo do Alpine A110 —, debita 280 cv, mas no Trophy chegará aos 300 cv. Os “puristas” podem dormir mais descansados, já que além da caixa EDC (dupla embraiagem), o Mégane RS também contará com uma caixa manual, ambas de seis velocidades. E, por fim, dois chassis à escolha — Sport e Cup. Estreia absoluta no hot hatch é o sistema 4Control, ou seja, quatro rodas direcionais.

Como é que os 280 cv se traduzem em prestações? Agora já sabemos (um pouco mais). Destaque para os 5,8 segundos dos 0 aos 100 km/h, apenas 0,1 seg mais do que o Honda Civic Type R, com 40 cv a mais. 

Mas fica a faltar ainda bastante informação — regimes a que são atingidos a potência e binário, peso, dimensão dos pneus, etc.

Características técnicas R.S. manual R.S. EDC
Capacidade 1798 cm3
Cilindros/Válvulas 4/16
Potência 280 cv
Binário 390 Nm
0-100 km/h 5,8s
0-1000 m 25s
Distribuição Corrente
Número de velocidades 6
Jantes 18″ Estoril Gun Metal Grey
Consumo combinado (NEDC) 7,1 l/100 km 6,9 l/100 km
CO2 161 g/km 155 g/km
Norma de Emissões Euro 6B
RELACIONADO: Renault Megane RS. Como nasceu a “besta”.

Lista de opcionais sumarenta

O equipamento disponível de série começa onde o do Mégane GT acaba. Destaca-se a adição de rádio digital ao sistema de infoentretenimento com ecrã tátil de 8,7 polegadas, pinças de travão a cinzento e o sistema de iluminação R.S. Vision; além de revestimentos específicos no interior, assim como o volante em pele com uma marca a vermelho no topo.

Renault Megane RS interior

Difícil será resistir a alguns dos opcionais disponíveis. O chassis Cup destaca-se, ao adicionar um diferencial autoblocante e pinças Brembo (de cor vermelha). De realçar também a possibilidade de equipar o Mégane RS com jantes de 19″ que surgem com dois acabamentos — Interlagos Black Diamond-cut e Interlagos Full Black.

Nas múltiplas opções podemos também encontrar o Alcantara Pack (estofos e volante), sistema de som Bose, o R.S. Monitor e R.S. Monitor Expert — compatível com o smartphone ou câmara —, e duas novas cores exclusivas — Orange Tonic e Sirius Yellow.

Como referimos, a marca francesa também divulgou os preços base para o mercado francês — começam nos 37 600 euros para o Mégane RS com caixa manual e nos 39 400 euros para o Mégane RS EDC. Serão precisas mais umas semanas para conhecermos os valores para o mercado nacional. Estejam atentos porque a Razão Automóvel vai conhecê-lo em primeira mão em Jerez de la Frontera.

VÊ TAMBÉM: Renault Clio. Novos motores e mais tecnologia para nova geração

Sabes responder a esta?
Qual a capacidade do motor do Peugeot 308 GTI?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Peugeot 308 GTi renovado. Estilo desportivo e 270 cv de potência

Mais artigos em Notícias