Mercado

Volkswagen quebra recorde. Seis milhões de carros produzidos em 2017

A Volkswagen, a marca, não o grupo, acaba de anunciar mais um recorde: seis milhões de carros produzidos num só ano. É obra!

Mesmo com a publicidade negativa causada pelo chamado Dieselgate, mesmo com questões laborais em fábricas como a portuguesa Autoeuropa, nada parece parar a Volkswagen! A demonstrá-lo, o derrubar de mais um recorde, na produção, com o atingir da marca das seis milhões de unidades produzidas, num único ano! É, efetivamente, obra.

Volkswagen fábrica

O anúncio foi feito pelo próprio construtor automóvel, explicitando que a marca deverá ser alcançada até ao final de 2017, ou seja, até à meia-noite de domingo.

Quanto à responsabilidade deste feito, a Volkswagen atribui-o não tanto aos novos modelos entretanto lançados, como é o caso do “português” T-Roc ou dos “americanos” Tiguan Allspace e Atlas, mas, mais e principalmente, àqueles que são os seus modelos nucleares – o Polo, o Golf, o Jetta e o Passat. Basicamente, os “quatro mosqueteiros” que melhores resultados conseguiram para a marca, em 2017. E aos quais há ainda que juntar o Santana, modelo destinado ao mercado chinês, onde é proposto em várias versões.

RELACIONADO: GTI, G60, R32, R. Todas as gerações dos Volkswagen Golf para entusiastas.

Seis milhões… para repetir?

De resto e com mais modelos a caminho, entre os quais, o pequeno crossover T-Cross, um novo navio-almirante que ocupará o espaço deixado vago com o desaparecimento do Phaeton, assim como toda uma nova família elétrica com origem nos protótipos I.D., tudo indica que o derrubar deste marco — seis milhões de viaturas produzidas — não será um acontecimento único.

Volkswagen T-Cross Breeze Concept
Volkswagen T-Cross Breeze Concept

Entretanto e em comunicado, a Volkswagen recorda ainda que são já mais de 150 milhões de carros produzidos com o emblema do duplo V, desde que o Carocha original saiu da linha de montagem, em 1972. Sendo que, hoje em dia, a companhia monta mais de 60 modelos, em mais de 50 fábricas, espalhadas por um total de 14 países.

Futuro será crossover e elétrico

Quanto ao futuro, a Volkswagen antecipa, desde já, não só a renovação, como também o crescimento, da atual gama. Com a aposta a passar, em particular, pelos SUV, segmento em que a marca alemã prevê vir a oferecer, já em 2020, um total de 19 propostas. E que, a acontecer, fará disparar para 40%, o peso deste tipo de veículos, na oferta do construtor.

Volkswagen I.D. Buzz

Por outro lado e a par dos crossovers, surgirá igualmente a nova família zero emissões, à partida, composta por um hatchback (I.D.), um crossover (I.D. Crozz) e um MPV/carrinha comercial (I.D. Buzz). Sendo que o objetivo dos responsáveis da Volkswagen passa por garantir não menos que um milhão de veículos sem motor de combustão nas estradas, até meados da próxima década.

Efetivamente, é obra!…

Sabes responder a esta?
Como se chama a plataforma de tracção dianteira do grupo BMW?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O futuro do grupo BMW. O que esperar até 2025

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos