Já pode ser encomendado

Já testámos o novo Volvo XC40. Primeiras impressões e preços em Portugal

Bonito por fora, sólido por dentro e seguro como todos os Volvo. Este novo Volvo XC40 tem tudo para ser um sucesso de vendas. Principalmente quando chegarem as motorizações mais modestas.

Há quem diga que gostos não se discutem. Nós discutimos. Às vezes é preciso discuti-los. Uma postura que está inscrita no ADN da Razão Automóvel. E não há mal nenhum se discordarmos…

Em certa medida – entre outros fatores – tem sido esta frontalidade que colocamos em todos os nossos textos que valeram à Razão Automóvel o estatuto de «júri permanente» do Carro do Ano em Portugal e a honra de sermos os primeiros representantes do World Car of The Year por terras lusas – num total de mais de 80 representantes dos mais importantes meios especializados do mundo. E não vamos ficar por aqui.

Novo Volvo XC40
Gostam do casaco?

Toda esta ladainha para sustentar uma opinião com a qual podem discordar — até porque os gostos podem (e devem) discutir-se. Depois de ver o novo Volvo XC40 ao vivo, devo dizer-vos que acho-o um dos SUV mais apelativos do mercado. Parabéns Volvo.

As dimensões estão muito bem conseguidas, a dianteira é possante e a traseira é encorpada – as vias traseiras são inclusivamente mais largas que a dianteira para aumentar esta percepção. Na dianteira não falta sequer a assinatura luminosa “martelo de Thor”.

Mais uma vez a Volvo voltou a acertar nas proporções e nas linhas desta sua nova «vaga de modelos» que foi iniciada em 2015 com o XC90 – ainda que, muito sinceramente, não morra de amores pela traseira do S90, lançado pouco tempo depois.

Por falar em nova vaga de modelos, este Volvo XC40 é o primeiro representante da nova Série 40 – que recorre à plataforma CMA (Compact Modular Arquitecture). Depois deste XC40, que deu o pontapé de partida ao uso desta plataforma CMA, irão surgir dois novos modelos: o S40 e o V40.

Volvo por dentro e por fora

Por dentro, tudo transpira Volvo. O design minimalista, os comandos, os grafismos, a ergonomia e a boa escolha dos materiais marcam o interior do primeiro SUV compacto da marca sueca.

Novo Volvo XC40
Boa posição de condução e ergonomia dos bancos.

Mas permitam-me destacar outro aspeto: a funcionalidade. O Volvo XC40 está dotado de soluções tão práticas que parecem roubadas à Skoda — mas não foram, algumas só existem mesmo na Volvo. Uma dessas soluções está no porta-luvas:

Desculpem-me o vídeo de apenas 1 minuto, mas o Instagram não permite mais. Em 2018 este problema será colmatado com o lançamento da Razão Automóvel no Youtube. Boas notícias, não são?

Regressando ao Volvo XC40, o espaço interior é correto e a mala tem uma ótima capacidade de carga, ajustada às necessidades de uma pequena família ou dos amantes das atividades ao ar livre. Não faltam espaços de arrumação e soluções que permitem à bagageira moldar-se às nossas necessidades. Fundos falsos, porta-sacos, separadores… não falta nada.

Novo Volvo XC40
Isto é genial. Como é que mais ninguém se lembrou disto antes?

Quanto ao equipamento, nota positiva para a dotação de equipamento em todas as versões. Naturalmente, os itens mais exóticos e apetecíveis estão na lista de opcionais ou não estivéssemos nós na presença de um produto premium — a palavra que serve de desculpa para pagarmos mais por aquilo que outras marcas oferecem de «borla».

Do «primo» XC90 foram herdados os sistemas de apoio à condução, nomeadamente o assistente de estacionamento, o sistema de travagem automática e o Pilot Assist, um sistema de condução semi-autónoma bastante útil em autoestrada e nas filas de trânsito. É um Volvo, portanto itens segurança é coisa que não falta.

Novo Volvo XC40
Painel de instrumentos totalmente digital.

Ao volante do novo Volvo XC40

A plataforma CMA passou com distinção neste primeiro teste por estradas espanholas. Sente-se tão segura e convicta como a plataforma SPA (da Série 90) mas é mais ágil e divertida de levar em estradas de montanha. A suspensão revelou um acerto correto entre conforto/dinâmica e a direção é suficientemente comunicativa.

Novo Volvo XC40
Mesmo em andamentos vivos a resposta do conjunto é positiva.

Sendo um SUV compacto de índole familiar, não é, naturalmente, o modelo mais entusiasmante de conduzir — não é, ponto. Ainda assim, graças à confiança que transmite ao condutor é possível atingir ritmos muito animados onde o primeiro elemento a ceder é sempre a borracha — o que é, sem dúvida, um bom sinal. Equilíbrio é mesmo a palavra chave desta plataforma CMA.

Novo Volvo XC40
Em estradas de montanha o Volvo XC40 não entusiasma, mas também não aborrece. Enfim, é um SUV.

Quanto ao motor, só nos foi possível testar a versão D4 AWD, que recorre ao conhecido motor 2.0 litros Diesel com 190 cv de potência.

Se no Volvo XC60 este motor já faz o SUV sueco atingir velocidades demasiado elevadas sem aparente esforço, no Volvo XC40 essa tendência foi amplificada — a título de exemplo, o 2.0 TDI do Grupo VW não transmite a mesma sensação de potência.

Não foi possível apurar consumos mas fica o registo do trabalho satisfatório da caixa automática. Satisfatório é mesmo a palavra certa, na medida em que esta caixa não sendo brilhante também não desilude.

Quanto ao sistema AWD, a menos que queiram fazer incursões em terrenos difíceis ou vivam em zonas de aderência precária não serve de muito — o eixo dianteiro da versão de tração dianteira deverá ser capaz de dar conta do recado sozinho.

Novo Volvo XC40
A visibilidade em «todas as direções» é um ponto muito positivo do XC40 em ambiente citadino.

Preços para Portugal

Ainda não está disponível nem foi conduzido no mercado nacional — vamos ter de esperar pelo início do próximo ano — e já há clientes a efetuar pré-reservas do novo Volvo XC40 em diversos mercados, o português inclusive.

Novo Volvo XC40
Não faltam funções ao sistema de infotainment para entreter os mais geeks (não é o meu caso).

Nesta fase de lançamento, o XC40 estará disponível nas versões D4 (2.0 de 190 cv) e T5 a gasolina (2.0 de 247 cv). Posteriormente (mais concretamente em maio) serão lançadas as versões Diesel D2 (120 cv) e D3 (150 cv), tricilíndricas a gasolina, e ainda uma motorização híbrida e uma versão puramente elétrica. Tal como aconteceu com a plataforma CMA, a honra de estrear o novo motor de três cilindros da marca sueca está reservada ao XC40.

O XC40 terá preços de acesso a rondar os 36 mil euros nas versões a gasolina, e quase 40 mil euros nas versões Diesel. Estes valores baixarão para valores mais próximos dos 30 mil euros com o lançamento das versões com motor tricilíndrico no segundo semestre de 2018.

Os preços:

Diesel

D3 Manual 6v (150 cv)              39 956 €

D3 Geartronic 8v (150 cv)         42 519 €

D4 Geartronic 8v (190 cv)         52 150 €

Gasolina

T3 Manual 6v (152 cv)               36 640 €

T5 Geartronic 8v (247 cv)          51 500 €

Novo Volvo XC40

Mais artigos em Primeiro Contacto

Os mais vistos

Pub