Pneus

Os pneus carecas têm mais aderência em seco?

Os carros de competição recorrem a pneus lisos (slick) para maximizar a aderência. Será que este princípio também resulta nos pneus carecas?

Como sabemos, os pneus têm ranhuras com o propósito muito específico: escoar a água em condições de piso molhado. É graças a estas ranhuras que os pneus mantêm o contato com o asfalto molhado, providenciando a aderência necessária para que as curvas não se transformem em retas e o pedal do travão não se transforme numa espécie de acelerador “artístico”.

Este fenómeno chama-se aquaplaning e quem já experienciou sabe que não tem piada nenhuma…

Mas… e quando o piso está seco?

Como já referimos, os carros de competição recorrem a pneus slicks para aumentar a superfície de contato com o asfalto e por conseguinte a aderência. A equação é simples: quanto maior é a aderência, maior é a «tareia» que o cronometro leva.

E é precisamente partindo deste pressuposto que um dos nossos leitores, que preferiu manter o anonimato com receio de represálias por parte do seu grupo de amigos (está descansado Ricardo Santos, nunca revelaremos o teu nome!) nos colocou a seguinte questão:

Será que os pneus carecas em piso seco têm mais aderência do que os seus equivalentes com ranhuras?
Leitor da Razão Automóvel (anónimo)

A resposta é: não. Os pneus não têm mais aderência em seco por estarem carecas. Muito pelo contrário…

Porquê?

Porque ao contrário dos pneus slick, que recorrem a compostos macios que podem durar apenas algumas dezenas de quilómetros (ou voltas), os pneus dos nossos carros foram projetados para rodarem milhares de quilómetros e recorrem a compostos mais duros, logo menos aderentes.

Quando a borracha que compõe as ranhuras do pneu acaba, sobra apenas a borracha da carcaça, que regra geral tem menos qualidade.

Além de ter menos qualidade (logo, menos aderência), os pneus de estrada não foram projetados para rodar carecas, tanto em termos de geometria como em termos de estrutura. A borracha que “sobra” está demasiado próxima da cinta metálica do pneu, aumentando a probabilidade de furo.

Em último lugar, um pneu careca deverá ter a sua borracha envelhecida, logo a borracha que sobra além de não ter a qualidade necessária também não garante as propriedades elásticas necessárias para gerar tração.

Sabes responder a esta?
Os pneus novos devem ser montados:
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Pneus novos à frente ou atrás? Chega de dúvidas

Mais artigos em Autopédia

Os mais vistos

Pub